Menu

Você mistura as contas da empresa com as contas pessoais?

Deniane Bezerra, CEO da Vibratto Deniane Bezerra, CEO da Vibratto

Misturar as contas pode embaralhar as suas finanças e prejudicar o negócio

Deniane Bezerra(*)

De acordo com uma empresa de terceirização financeira, a primeira regra para os empreendedores é: eles devem assumir o papel de funcionários de uma empresa. Na verdade, o dono seria o primeiro funcionário.

Em outras palavras, a empresa é uma instituição individual e, como tal, possui identidade, estrutura e necessidades próprias. Estas necessidades são as mesmas de seus donos. Entretanto, as necessidades pessoais do dono da empresa não são as mesmas do estabelecimento.

Misturar as contas da empresa com as contas pessoais é uma atitude muito comum: no meio das contas dos fornecedores e encargos trabalhistas, está um boleto de uma academia de ginástica, outro de um livro de ficção, etc.

Segundo o Sebrae, 99,9% dos empreendedores do Brasil não separam as suas contas pessoais das empresariais. Entretanto, tal atitude pode determinar se um empreendimento vai ter sucesso ou fechará as suas portas.

Por que misturar as contas atrapalha o seu foco no negócio?

Sempre pensamos que atitudes pequenas não fazem nenhuma diferença na hora do resultado final, não é mesmo? É claro que é mais cômodo pedir para a sua secretária pagar boletos referentes às suas despesas pessoais, entretanto, o que começa com um “é só um” pode se tornar uma rotina.

E é aí que está o problema: uma bola de neve começa com uma simples parcela de neve que vai crescendo e acumulando mais neve sem parar, até que se torne impossível solucionar o problema.

Saiba por que misturar as contas da empresa com as contas pessoais pode embaralhar as suas finanças e prejudicar, e muito, o seu foco no negócio:

Você perderá o controle de sua empresa

É comum os empreendedores afirmarem que estão no controle de tudo e que podem conciliar essa “salada de contas” sem problema algum.

Entretanto, as finanças da empresa ficam comprometidas e ficará muito difícil saber com precisão os seus rendimentos: como você vai saber se o seu negócio é lucrativo, se nunca sobra dinheiro para calcular os resultados?

Além disso, essas retiradas e pagamentos de contas sem nenhum controle podem dar a impressão de que a sua empresa é lucrativa (quando, na verdade, ela poderia ser) e tomará diversas decisões equivocadas que, em vez de ajudar, apenas atrapalharão mais a situação.

Você pode ter um sócio que também gasta descontroladamente os rendimentos da empresa em contas pessoais. Sem o devido controle, você nunca saberá quanto dinheiro ele retira da empresa.

Perder o controle de uma empresa pode levá-la ao fracasso em pouco tempo. Se você notou que isso acontece, contrate uma empresa de terceirização financeira e evite o pior.

Você não saberá como controlar os gastos

Lembra do “efeito bola de neve”? Ele já está acontecendo: Ao perder o controle sobre as suas finanças, não conseguirá controlar os gastos.

Com isso, os empreendedores costumam optar por cortar gastos essenciais, necessários para que a sua empresa continue de portas abertas.

Se os empreendedores do Brasil acreditam que devem cortar gastos, devem pedir auxílio para a empresa de terceirização financeira para saber quais gastos podem ser cortados sem prejudicar o funcionamento do empreendimento.

Você terá problemas com a Receita Federal

Os empreendedores que não registram os seus gastos podem chamar a atenção da Receita Federal. Isso acontece porque a falta de registro faz com que estes gastos desapareçam dos rendimentos do empreendedor.

Pode nem ser a intenção do empreendedor esconder. Entretanto, se a Receita Federal chegar à conclusão de que isso é uma forma de “rendimentos de trabalho disfarçados”, você terá grandes problemas.

Como consequência, você deverá pagar o imposto arbitrado, que possui um valor superior ao imposto presumido ou real.

Os empreendedores de sucesso já sabem: nunca se deve arranjar problemas com a Receita Federal. Caso você não saiba como declarar os seus rendimentos, peça ajuda para a equipe de terceirização financeira.

Com a falta de planejamento, será difícil manter as finanças em dia

Uma das ferramentas dos empreendedores de sucesso é o planejamento. Eles entendem que o melhor modo de manter as finanças em dia é planejar qualquer atitude que será feita, assim como as suas consequências a curto e longo prazos.

Ao misturar as contas, os empreendedores do Brasil perdem o controle do planejamento tanto doméstico quanto empresarial.

Sem entender o fluxo de caixa, será mais difícil compor um fundo para investimentos, o que prejudicará o crescimento da empresa, que poderia estar gerando mais renda. Além disso, caso os empreendedores do Brasil se endividem, é comum apelar para empréstimos que podem se tornar novas bolas de neve.

Na verdade, se você for acusado de ingerência, por misturar suas contas pessoais com as da empresa, sua empresa pode sofrer uma descaracterização da pessoa jurídica e essa situação pode atingir os seus bens.

Seus colaboradores deixarão de confiar em você

Como um empreendedor consegue passar aos seus colaboradores a ideia de que o empreendimento é sério, se ele não tem seriedade em suas atitudes em relação às finanças? Lembre-se de que a postura dos empreendedores do Brasil afeta diretamente em como os colaboradores agem.

Em outras palavras, os empreendedores de sucesso são grandes exemplos dos valores e princípios que norteiam os rumos de suas empresas.

Como controlar as contas pessoais e empresariais de forma adequada?

Com todos esses problemas que podem acontecer, é natural ficar preocupado. Entretanto, manter o controle das contas pessoais e empresariais de forma adequada é a melhor maneira de manter as finanças em dia e ver os rendimentos da empresa crescer de forma saudável.

Organizar as finanças parece ser uma tarefa difícil, mas, confira algumas dicas que podem facilitar o processo:

Faça um diagnóstico das finanças

Antes de mais nada, você precisa descobrir o lucro real de seu empreendimento mês a mês e também verificar os seus gastos com despesas pessoais.

É simples: construa duas tabelas, uma para os gastos de sua empresa e outra para os seus gastos pessoais. Seja honesto, pois o diagnóstico só será preciso se todas as informações estiverem no papel.

Assim, você também construirá o hábito de separar as suas despesas. Se você está com alguma dificuldade em realizar esse diagnóstico financeiro, pode contar com a terceirização financeira, especializada em fazer diagnósticos e, é claro, propor soluções.

Tenha controle sobre as suas retiradas

Não confunda os lucros dos empreendedores com os lucros de suas empresas. É a partir do lucro empresarial que você poderá fazer investimentos, expandir o seu negócio, pagar os seus colaboradores, etc.

Lembra quando foi dito que você deve ser o primeiro funcionário de sua empresa, para você estar entre os empreendedores de sucesso? Então, o seu salário (também conhecido como pró-labore) deve ser considerado como um salário de colaborador. Ou seja, ele deve ser justo e se adequar à realidade de sua empresa.

Em outras palavras, o pró-labore não pode comprometer as obrigações do empreendimento como pagamento de fornecedores, investimento, marketing, etc.

Se você tem tendência a aumentar as suas retiradas quando o fluxo de caixa é positivo e atrasar pagamentos quando a situação da empresa não está boa, tome cuidado, pois você pode acabar perdendo o controle da situação.

Caso você precise de ajuda para estabelecer valores justos para o seu salário e de seus colaboradores, além de não saber como fazer um planejamento financeiro que te ajude a tomar melhores decisões, conte com a ajuda da terceirização financeira.

Tenha contas correntes distintas

A principal forma de separar as contas é ter contas bancárias distintas e não usar o cartão de crédito da empresa para pagar qualquer conta pessoal.

Dessa forma, você poderá ter uma projeção melhor de lançamentos nos extratos e comprovar com mais facilidade o faturamento, simplificando a declaração de Imposto de Renda.

Fique de olho no fluxo de caixa

Acompanhar o fluxo de caixa semanal e mensalmente é muito importante para saber os rendimentos de uma empresa. Por isso, coloque em uma planilha todo o dinheiro que entra e sai do caixa.

Se você tem o hábito de fazer retiradas do caixa para pagar despesas pessoais, fique tranquilo, pois, o acompanhamento do fluxo de caixa e a organização das finanças evitará que você fique no vermelho.

Se você tem problemas com planilhas e sabe que um errinho nelas pode causar diferença nos resultados, contrate uma empresa de terceirização financeira, você terá total controle sobre os números e sempre terá as finanças em dia.

Tenha planos corporativos

Uma grande vantagem de ser pessoa jurídica é a possibilidade de contratar serviços planos especiais para empresas, cujos preços são muito mais em conta do que os que são disponibilizados para pessoas físicas.

Procure se informar com o seu banco quais são as vantagens que eles dão para pessoas jurídicas, como crédito diferenciado, por exemplo.

A melhor maneira de separar as contas da empresa das contas pessoais e organizar bem as finanças de sua empresa é contratar uma empresa de terceirização financeira que oferece um serviço personalizado, com tudo o que você precisa, para a sua empresa crescer cada vez mais

(*) CEO da Vibatto

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes