Menu

Diebold Nixdorf apresenta no Ciab tendências de digitalização para o autoatendimento

Diebold Nixdorf apresenta no Ciab tendências de digitalização para o autoatendimento

Modernização do design de ATMs, cofres inteligentes e terminais para agências 100% digitais são destaques da empresa no evento

A evolução da tecnologia no cotidiano da sociedade influencia as experiências de diversos setores, principalmente as relações dos consumidores com seus bancos. Atenta a essa cenário, a indústria bancária busca novas formas para oferecer aos clientes experiências adequadas a seu novo perfil.

No Brasil, instituições financeiras já contam com soluções que conectam diversos canais e fazem com que o dinheiro físico se torne digital (e vice-versa). A Diebold Nixdorf, como parte integrante da revolução digital dos bancos, está na vanguarda desta conexão e trabalha para trazer valor e segurança à experiência do consumidor e correntista. Por isso, a empresa vai apresentar um novo modelo bancário na 27ª edição do Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras (CIAB FEBRABAN), que acontece de 6 a 8 de junho, no Transamérica Expo Center.

Pela primeira vez no Brasil, o terminal conceito Essence mostrará uma maneira diferente de interação bancária, pois, por meio dele, o usuário não precisará ficar muito tempo em frente à ATM para fazer um saque, por exemplo. Com um design que promove a experiência do usuário, o terminal foi concebido com funcionalidades multi-touch para que as transações bancárias (saques, depósitos e pagamentos) sejam feitas de forma ágil e prática. Sua estrutura é inserida dentro da parede, por isso as interações e aparência são similares a de um grande smartphone.

De acordo com Elias da Silva, presidente da Diebold Nixdorf no país, a empresa quer promover facilidades que ajudam a automação bancária a alcançar ainda mais a satisfação do cliente. “Vemos que, mundialmente, o conceito de autoatendimento está se modelando às novas tecnologias e nosso intuito é participar proativamente deste mundo mais digital”, contou Elias.

Autoatendimento multicanal seguro, fácil e rápido

Como facilitadora na transformação, as pesquisas da DN sempre resultam em soluções integradas e seguras. Esse é o caso da ATM 6750. Com um hardware inovador e software avançado, esse terminal permite que o cliente inicie as transações em um celular ou tablet. Por ser uma solução multicanal, o cliente poderá abrir contas diretamente no dispositivo móvel, sem a necessidade de enfrentar filas, e, após esse processo, o correntista vai até o terminal, cria sua senha de acesso e poderá gerar o cartão na própria ATM.

O modelo 6750 também possui videoconferência, leitor de NFC e QRCode, que permitem um saque mais rápido. O cofre, acoplado ao terminal, possui a tecnologia de entintamento, que, ao detectar qualquer ataque físico à ATM, liberará uma tinta nas cédulas e as inutilizará. Além disso, o Terminal Security também garante a segurança lógica em três camadas de criptografia e proteções de dados. “O desenvolvimento de softwares como o Terminal Security faz parte dos resultados de estudos constantes que visam atender de maneira personalizada as demandas de agilidade, segurança e conectividade de nossos clientes, em todos os canais em que eles atuam. Nossa expertise nos permite inovar em conceitos de autoatendimento, tendo sempre em mente que o novo perfil de consumidor quer uma solução diferenciada. Hoje, podemos oferecer todo o serviço de uma agência convencional de maneira 100% digital”, falou Elias.

Acompanhando a linha de digitalização para agências, o tesoureiro CS6040 é um exemplo de facilidades para o banco. Ele possui a opção de reciclador e isso significa que o mesmo dinheiro utilizado para depósito será aproveitado para saques de outros clientes. Elias explica que essa função permite uma economia aos bancos, pois menos visitas de carros fortes serão necessárias.

Durante o CIAB, os visitantes também poderão conhecer no estande da Diebold Nixdorf a plataforma integrada de serviços gerenciados disponível no mercado brasileiro. “O trabalho de prevenção, monitoramento e gerenciamento constante das soluções em operação no mercado é estratégico para o negócio das instituições bancárias, pois otimiza a cadeia de serviços, evitando o surgimento de problemas que possam impactar o atendimento aos usuários”, enfatiza Elias. 

Mirando horizontes além do mercado financeiro

Parte da estratégia da DN global está depositada em tecnologia diferenciada para outros mercados, além dos limites das instituições financeiras. O setor de varejo oferece diversas oportunidades para implantação de soluções disruptivas e que geram valor para as experiências do novo perfil de consumo. “Temos foco nos dois segmentos e conseguimos transitar em ambos com inovação, colaborando com o desenvolvimento do comércio conectado”, disse Elias.

Por isso, a DN mostrará no CIAB, a solução Self-Checkout, terminal que permite ao consumidor pesar os produtos, escanear cada um dos códigos de barras e efetuar o pagamento via cartão de crédito ou débito. Por juntar tudo em um mesmo equipamento, ele coloca todo o poder de decisão diretamente nas mãos dos clientes e promove a conectividade no comércio.

Juntamente com o Self-Checkout, o DCash high performance é um cofre com alta capacidade de armazenamento. Com ele, os comerciantes terão mais segurança ao guardar seus numerários, pois a tecnologia de entintamento também está implementada.

Já o Albert AEVI é uma solução inédita no Brasil. Ele é um smartPOS que se destaca por ter um marketplace único e definido a partir da linha do negócio do varejista. Com ele, é possível baixar apps e oferecer novas opções a um ponto de venda que vão além do pagamento de compras ou fechamento de comanda. “O brasileiro tem um perfil que adota facilmente novas tecnologias e tem afeição pelo novo. Por isso, estamos atentos ao desenvolvimento de produtos que supram essa necessidade de inovação ao mesmo tempo em que gera produtividade e agilidade para a gestão dos estabelecimentos, de acordo com suas necessidades”, finalizou Elias.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes