Menu

Rede global de blockchain da IBM dará suporte a pagamentos e câmbio em mais de 50 países

Rede global de blockchain da IBM dará suporte a pagamentos e câmbio em mais de 50 países

Seis bancos internacionais, entre eles o Bradesco, assinaram cartas de intenção para participar do projeto piloto da rede

A IBM anunciou durante o Money 20/20, em Singapura, que o IBM Blockchain World Wire, rede global de pagamentos em tempo real para instituições financeiras regulamentadas, está oficialmente disponível em um número crescente de mercados.

Projetado para otimizar e acelerar os serviços de câmbio e remessa de pagamentos internacionais, o World Wire é a primeira rede de blockchain a integrar serviços de mensagens e confirmações de pagamento, compensação e liquidação de ativos em uma única rede, além de possibilitar que os participantes escolham, de forma dinâmica, a oferta que melhor atenda sua necessidade para liquidação de ativos entre uma variedade de serviços digitais.

"Criamos um novo modelo de rede de pagamentos desenvolvido para acelerar a remessa e transformar a forma como realizamos pagamentos internacionais, facilitando a movimentação de dinheiro nas regiões mais necessitadas do mundo", disse Marie Wieck, gerente geral de IBM Blockchain. "Ao criar uma rede na qual as instituições financeiras suportam múltiplos ativos digitais, esperamos impulsionar a inovação e melhorar a inclusão financeira em todo o mundo".

Hoje, o IBM World Wire disponibiliza pagamentos em 72 países, em 47 moedas distintas de 44 instituições financeiras. Regulamentações locais continuarão a conduzir as ativações e a IBM estará, de forma constante e ativa, aumentando a rede com a adição de novas instituições financeiras globais.

A rede global de blockchain fornece um modelo direto para pagamentos entre países que utilizam o protocolo Stellar, que realiza transferências de dinheiro ponto-a-ponto em vez de utilizar o modelo bancário tradicional. Esse sistema reduz intermediários e permite que os usuários conduzam processos de liquidação financeira em apenas alguns segundos pela transmissão do valor monetário na forma de ativos digitais, por exemplo, como criptomoeda ou moeda estável. Esta abordagem aumenta a eficiência operacional e o gerenciamento de liquidez, simplificando a reconciliação de pagamentos e reduzindo os custos totais com transações para as instituições financeiras.

O World Wire já permite a liquidação utilizando Stellar Lumens em moeda estável baseada em dólar americano, por meio da recém-anunciada colaboração entre IBM e Stronghold. Pendente de aprovações regulatórias e outras análises, seis bancos internacionais, entre eles Banco Bradesco, Bank Busan e Rizal Commercial Banking Corporation (RCBC), assinaram cartas de intenção para participar do projeto piloto no World Wire. A IBM irá continuamente expandir o ecossistema de liquidação de ativos de acordo com a demanda dos clientes.

"O Bradesco adota continuamente a inovação que aprimora a experiência de nossos clientes e melhora nossa eficiência", diz Luca Cavalcanti, diretor executivo de Inovação e Canais Digitais do Bradesco. "A Rede World Wire endereça esses dois aspectos e, portanto, representa uma oportunidade para o Bradesco e seus clientes".

"O RCBC está muito satisfeito em ser um dos primeiros a inovar com planos de emitir o Peso, nossa própria moeda estável, na Rede Global, pendente de aprovação final pelos nossos órgãos reguladores", disse Manny T. Narciso, Primeiro Senior Vice-Presidente do RCBC. "Estamos focados na inovação que agrega valor para nossos clientes e a World Wire representa uma grande oportunidade para transformar e aprimorar nossa infraestrutura de pagamento".

Atualmente, a World Wire está em produção limitada e disponível em um número crescente de países. Organizações interessadas podem obter mais informações em http://www.ibm.com/blockchain/solutions/world-wire.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes