Menu

CSU tem lucro líquido de R$ 7,5 milhões no primeiro semestre de 2015

CSU tem lucro líquido de R$ 7,5 milhões no primeiro semestre de 2015

EBITDA acumulado do ano cresceu 29,5% em 12 meses

A CSU, empresa de prestação de serviços de alta tecnologia voltados ao consumo, relacionamento com clientes, processamento e transações eletrônicas, acaba de anunciar um lucro líquido de R$ 7,5 milhões nos seis primeiros meses do ano, valor que supera em 66,5% o mesmo período de 2014. No trimestre (2T15), o lucro líquido foi de R$ 3,8 milhões, 3,4% maior que o registrado no 1T15, e com 24,2% de aumento na comparação dos últimos 12 meses. 

A receita bruta do segundo trimestre de 2015 totalizou R$ 126,3 milhões, 21,9% acima da registrada nos mesmos meses de 2014, e 3,3% superior ao primeiro trimestre do ano. O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) chegou aos R$ 16,9 milhões no 2T15, o que representa uma expansão de 19,3% e de 5,8%, se comparado ao 2T14 e ao 1T15, respectivamente.  

Para o CFO (Chief Financial Officer) da CSU, Ricardo Ribeiro Leite, os números foram impulsionados pela entrega de resultados positivos em todas as unidades de negócios. “Nossos principais indicadores financeiros – Receita, EBITDA e Lucro – cresceram dois dígitos na comparação com o mesmo período do ano passado, atestando o acerto de nossa estratégia comercial e de diversificação de negócios, mesmo em um ambiente de negócios mais adverso”, explica o executivo.  

A CSU CardSystem, unidade que engloba as divisões de negócios responsáveis pelo processamento e administração dos meios eletrônicos de pagamento (CardSystem); soluções de marketing de relacionamento, fidelidade e e-commerce (MarketSystem); e terceirização de TI (ITS), representou 53% da receita total da Companhia e 81% do EBITDA, impactando positivamente o resultado consolidado.

Na unidade de meios eletrônicos de pagamento (CardSystem), a base de cartões faturados apresentou um crescimento de 12,8% nos últimos doze meses, chegando ao final do semestre com 16,8 milhões de plásticos. A migração da base de 500 mil cartões do BMG contribuiu integralmente em termos de receita e resultado neste trimestre.  

A CSU Contact, unidade da Companhia que atua no setor de contact center, apresentou um crescimento de 20% no número médio de posições de atendimento (PA’s) nos últimos doze meses, encerrando o semestre com cerca de 2,6 mil PA’s médias faturadas.  

“A Companhia manteve nesse semestre forte disciplina com relação a custos, o que já refletiu em aumento da produtividade e na evolução do EBITDA e margem EBITDA do período, principalmente quando comparamos o primeiro semestre deste ano com o de 2014”, destaca Ribeiro Leite.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes