Menu

Canais digitais otimizam processo de cobrança

Canais digitais otimizam processo de cobrança

A Algar Tech desenvolveu projeto para um cliente que alia URA Contextual e atendimento cognitivo via WhatsApp

A Algar Tech desenvolveu um projeto de cobrança por meio de canais digitais para um de seus cliente que atua no ramo de eletrodoméstico.

O objetivo é tornar mais efetivo o processo de negociação de dívidas. Segundo a Algar Tech, as ligações estavam sendo ineficazes para atingir muitos dos clientes inadimplentes da companhia.

Para melhorar a experiência do consumidor e ampliar a efetividade do processo de cobrança foram implementados uma Unidade de Resposta Audível (URA) Contextual e um atendimento cognitivo via WhatsApp (ambos totalmente digitais), por meio de bots.

No caso da URA Contextual, agente virtual desenvolvida a partir da integração de várias soluções de tecnologia, a cobrança é realizada por um robô, podendo ser feita de forma simultânea e ilimitada.

Por se tratar de uma solução de contexto, o robô faz as ligações, entende o que o cliente diz e personaliza o atendimento, gerando maior proximidade.

Por sua vez, na cobrança via WhatsApp, foi utilizada uma tecnologia cognitiva, sendo que a cada interação a solução incorpora novas interpretações e padrões, se tornando ainda mais prática e conveniente.

Por exemplo, caso seja necessário enviar um boleto, a ferramenta identifica se cliente possui e-mail e, caso não tenha, ele envia por SMS o código de barras.

Esse projeto consolida o posicionamento da Algar Tech como referência no mercado de cobrança e recuperação de crédito, avalia Cristiano Santos, diretor de relacionamento com o cliente da empresa.

“Colaboramos para o processo de transformação digital de nossos clientes, ao aliar inteligência especializada com as tecnologias digitais mais avançadas de analytics, big data, multicanalidade e mobilidade”, diz.

Em dois meses, a solução da Algar Tech gerou um crescimento significativo nas ações digitais da empresa do setor de eletroeletrônicos, com uma média diária de recuperação de aproximadamente R$ 7,6 mil no WhatsApp e de R$ 16,2 mil na URA.

Além disso, o número de negociações realizadas pelo WhatsApp teve um aumento de 54,7% e triplicou na URA, enquanto a quantidade de atendimentos feitos por humanos ficou estagnada nesse período.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes