Menu

Polishop aposta em estratégia de marketing cloud

Polishop aposta em estratégia de marketing cloud

Com o auxílio da All iN, a empresa identificou gargalo de leads inativos e aumentar em 13% lista de contatos

Unidade de negócios de marketing cloud da Locaweb, a All iN ajudou a Polishop a reativar 33% dos leads inativos da base de campanhas via e-mail, o que gerou um aumento de 13% na lista de contatos da empresa, influenciando as vendas on-line.

A Polishop buscou a área de estratégia da All iN, que tem como objetivo analisar e construir campanhas para melhorar a performance do canal de e-mail marketing.

Com o estudo aprofundado das bases e processos da empresa, foi possível identificar algumas falhas já na fase inicial: a captação dos contatos.

A Polishop alimentava sua base com informações das lojas físicas, televendas, telemarketing e e-commerce. Tantas fontes distintas dificulta o controle das empresas nas fases de implementação, disparos e análises das campanhas.

Outro obstáculo encontrado foi em relação a classificação dos usuários. A equipe de estratégia da All iN detectou que, após o cliente realizar o primeiro contato com a Polishop, um e-mail era imediatamente enviado com informações sobre o atendimento.

Caso não houvesse resposta do consumidor, o contato era automaticamente classificado como inativo, deixando de ser impactado por campanhas.

“Muitas empresas têm buscado focar apenas nos contatos ativos, propondo ações exclusivamente para eles e deixando para trás essa grande ‘mina’ de contatos inativos, o que acaba sendo prejudicial devido gastos constantes com a captação de novos leads”, explica Jaqueline Assis, coordenadora da equipe de estratégia da All iN.

Para obter o resultado de reativar 33% dos leads inativos, a All iN realizou um estudo sobre segmentações e tipos de envios a serem criados.

Com um diagnóstico meticuloso para que a reputação dos IPs da marca não fosse prejudicada durante o processo, a equipe implementou algumas réguas de ativação automatizadas, visando impactar esses clientes com a frequência e conteúdo ideal e conseguir a sua reativação.

Simultaneamente, alguns disparos foram também encaminhados. Também foi necessário rever a estrutura de HTML, frequência dos envios, limpeza de contatos inválidos e possíveis spammers.

O uso de IPs certificados foi um fator crucial, aumentando a taxa de entregabilidade ao atingir cerca de 19% de abertura nos disparos para inativos, enquanto a média normal do mercado é de até 5%.

“Hoje, os e-mails inativos são os que mais crescem dentro da base full das empresas. Uma boa gestão de base e um processo adequado de reativação por e-mail é um modo muito mais barato e pessoal de entrar em contato com o cliente e tentar uma reaproximação, o levando para o canal de compras novamente”, complementa Jaqueline.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes