Menu

EKKO é o novo programa de economia e benefícios

EKKO é o novo programa de economia e benefícios

Por meio do app, o cliente também pode consultar os estabelecimentos cadastrados e verificar em tempo real o valor que poderá ser economizado em EKKO

Com o objetivo de fomentar o consumo e, consequentemente, a economia brasileira, acaba de ser lançado o EKKO, uma fintech criada para ser um novo sistema cooperativo de economia, vantagens e benefícios, que integra pessoas e estabelecimentos comerciais em uma nova forma consumo, aumentando o poder de compra da população em cerca de 30%. O projeto piloto foi realizado durante o mês de fevereiro em bairros da zona sul de São Paulo.

 Para começar a usar o EKKO, o consumidor precisa fazer o download do aplicativo e se cadastrar gratuitamente. Imediatamente ele irá ganhar 200 EKKOS, uma unidade de economia igual ou equivalente à R$ 200,00 que pode ser utilizada nos estabelecimentos parceiros para obter economia no momento da compra ou consumo.

 Por meio do app, o cliente também pode consultar os estabelecimentos cadastrados e verificar em tempo real o valor que poderá ser economizado em EKKO. Os mais diversos segmentos como restaurantes, supermercados, padarias, postos de gasolina, cabeleireiros, lojas em geral, hotéis, cinema, teatro, lava-rápido, petshop, estarão disponíveis para o consumidor adquirir produtos e serviços. Por meio da geolocalização, os consumidores poderão efetuar compras em diferentes localidades e ter acesso a ofertas especiais. Além disso, o consumidor também receberá recomendações baseadas em seu perfil de compra, no de amigos e em perfis sociais semelhantes.

 A economia pode variar de 5% a 70%, dependendo dos dias e horários de alto, médio e baixo movimento, sazonalidade, e por meio de um marketplace de produtos e serviços para o varejo físico. Desta forma, os varejistas poderão fomentar a frequência e o volume de compra para gerar aumento no faturamento, além de otimizarem os seus estoques e capacidade de atendimento por meio de promoções específicas para produtos e serviços. O cliente só precisa digitar o CPF e a senha na máquina do cartão para efetuar o pagamento. Com o valor pago em reais, o consumidor irá acumular o mesmo valor em EKKOS para obter mais economia na próxima compra em outro estabelecimento. Apenas na hora de realizar o pagamento o cliente deverá se identificar como associado EKKO.

 O consumidor também tem a opção de se tornar um Consultor de Economia, agente que irá divulgar o programa para os consumidores de sua região e conhecimento. A cada pessoa que começar a usar o aplicativo com o código fornecido, o Consultor receberá um valor em reais em sua conta, além de um percentual da economia gerada pelo programa aos seus consumidores indicados por ele.

 Como funciona o EKKO na prática?

 Imagine que o consumidor já tenha 250 EKKOS e vá até uma loja de roupas e compre produtos no valor de R$ 500,00. O estabelecimento, que também é parceiro EKKO, está trabalhando com uma economia de 25% (por exemplo) no valor dos produtos. Dessa forma, você irá pagar R$ 375,00 e o restante utilizando as unidades de economia EKKO (1 EKKO corresponde a R$ 1,00) e economizar R$ 125,00. Como o cliente pagou R$ 375,00 esse valor será convertido em EKKOS. Logo, ele receberá 375 unidades de economia EKKO em sua conta, que poderão ser usadas em novas transações em outros estabelecimentos conveniados.

 Continuando um dia de compra, esse consumidor foi a um restaurante e gastou os R$ 125,00 que sobraram da primeira compra. A economia do momento era de 20%, e o cliente gastou R$ 100,00 e 25 em EKKOS, e ainda recebeu mais 100 EKKOS.

 Depois, com os R$ 25,00 que deixou de gastar no restaurante, ele foi até uma outra loja e escolheu um produto no valor de R$ 30,00, como a economia do momento era de 30%, o consumidor pagou R$ 21,00 em reais e utilizou 9 unidades de economia EKKO, e ele também recebeu mais 21 EKKOS.

 Em uma última loja, ele adquiriu um outro produto de R$ 4,00. A loja trabalhava com a economia de 15% do valor do produto em EKKOS. Logo, ele pagou R$ 3,40 e utilizou 0,60 unidades de economia EKKO. Ao final do ciclo, o consumidor, que tinha R$ 500,00, conseguiu adquirir produtos no valor de R$ 659,00, receber R$ 0,60 de troco e ainda ganhar 499 em EKKOS para utilizar em outras compras. Desta forma, o consumidor terá aumentado em 31,8% o seu poder de compra.

 Os EKKOS têm validade de 90 dias a partir do dia de seu recebimento e poderão ser usados em diversos estabelecimentos para obter economia em compras e consumo. O cliente também pode optar por doar lotes de 200 EKKOS para outro consumidor que ainda não faça parte da comunidade. Após receber a doação, os EKKOS valem por mais 90 dias. A cada 200 EKKOS doados e utilizados, o consumidor recebe créditos de R$ 20,00 para utilizar em compras na rede conveniada.

 “Atualmente, os programas de fidelidade estão focados em cartões de crédito, com pouca diferenciação entre eles, no qual o consumidor precisa realizar várias compras para acumular um número significativo de pontos e assim, conseguir descontos e benefícios. Mas os programas ainda têm regras pouco atrativas e não atendem as necessidades do consumidor e dos varejistas brasileiros”, afirma o idealizador do projeto e empresário Permínio Moreira, que atua há 35 anos nos segmentos de varejo, entretenimento, gastronomia, mídia e vestuário.

 Moreira ainda afirma que o EKKO é um caminho natural para monetização de outros programas de fidelidade em pequenos e médios estabelecimentos, e seleciona parceiros para expansão do negócio. “Vamos revolucionar o consumo ao criar relevância para varejistas e consumidores. O grande mote do EKKO é: você ganha, todos ganham”, afirma. O novo modelo de negócio está em processo de obtenção de patente em mais de 180 países.

 Para instalar o aplicativo no seu celular, basta ir até a loja do Google Play ou Apple Store. A idade mínima para utilização do programa é de 16 anos. 

 

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes