Menu

Banco Inter registra aumento de 89% no lucro líquido em 2017

João Vitor Menin, presidente do Banco Inter João Vitor Menin, presidente do Banco Inter

Resultado é recorde na história da instituição, com volume de R$ 48,2 milhões

O Banco Inter, instituição financeira que oferece conta corrente totalmente gratuita na modalidade digital, encerrou o ano de 2017 com lucro líquido recorde em sua história de R$ 48,2 milhões, um crescimento de 89,1% em relação ao ano anterior. Além disso, o banco chegou aos 379,2 mil correntistas, o que representa um volume quase cinco vezes maior que o fechamento do ano de 2016.

No ano passado, o número de transações realizadas via celular e Internet banking totalizou 13,9 milhões, o equivalente a aumento de 1.252% em relação ao ano anterior. Em 2017, o montante transacionado também teve grande crescimento: chegou aos R$ 12,1 bilhões, um incremento de 128% quando comparado a 2016. Outro destaque positivo foi o volume de cartões de crédito, que teve um aumento de 94,7%, totalizando 88,8 mil usuários.

O saldo total de recursos investidos por meio do Banco Inter chegou a R$ 5,6 bilhões ao final de 2017, representando uma variação anual positiva de 24%. Tal aumento é atribuído, principalmente, à evolução do saldo na gestão, distribuição e custódia dos recursos, que cresceram 32,5%, 599,8% e 29,2%, respectivamente, ao longo do ano.

Os ativos totais do banco somaram R$ 3,6 bilhões ao final de 2017, uma evolução de 12,4% em relação a 2016. A carteira de crédito é de R$ 2,5 bilhões, com o crédito imobiliário atingindo um montante de R$ 1,3 bilhão, expansão de 9,5% ao longo de 12 meses. Em destaque estiveram os produtos CredCasa e CredFlex, com crescimento de 8,5% e 11,6% em um ano, respectivamente.

"Em 2017, o Banco Inter alcançou um lucro recorde em sua história e se consolidou como o maior banco 100% digital do País. Resultados positivos como este em meio a um cenário econômico desafiador nos asseguram que estamos no caminho certo, levando serviços financeiros por meio digital a consumidores e empresas, sem tarifa e de maneira descomplicada", afirma João Vitor Menin, presidente do Banco Inter.

A instituição fechou 2017 com patrimônio líquido de R$ 383,1 milhões. O Retorno sobre Patrimônio Líquido Médio (ROAE) fechou o ano em 13,3%. Já, o Índice de Eficiência foi de 63,7% no ano de 2017, aumento de 8,4 p.p. ante o ano anterior. O elevado índice apresentado, em 2017, reflete a consolidação da estratégia do banco por meio de investimentos realizados em sua estrutura administrativa, operacional e de pessoal.

Essas ações visam a ampliar as atividades do banco em todo o Brasil, aumentar a quantidade e diversidade de produtos e serviços ofertados, manter o nível de segurança das informações, dentre outros aspectos. O banco segue com excelente nível de capitalização, com Índice de Basileia de 17,2%.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes