Menu

Consórcios estão em alta no Banco do Brasil no primeiro trimestre

Consórcios estão em alta no Banco do Brasil no primeiro trimestre

Apenas em março foram R$ 765 milhões, em 20,7 mil cotas, um aumento de 129% apenas comparando com março de 2016

O BB comercializou R$ 2,1 bilhões em 56 mil cotas de consórcios no primeiro trimestre deste ano, cerca de 60% a mais que no mesmo período de 2016, tanto em volume, como em cotas comercializadas. Apenas em março foram R$ 765 milhões, em 20,7 mil cotas, um aumento de 129% apenas comparando com março de 2016. O ritmo de crescimento segue firme, já que nos dois primeiros meses deste ano, a venda de consórcios havia crescido 46%. O movimento do BB destoa do mercado em geral, que têm crescido, segundo a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), em torno de 4,5%, conforme dados do início do ano.

O diretor comercial da BB Consórcios, Paulo Ivan Rabelo, analisa que "a impulsão do crescimento tem apoio por canais alternativos, como por correspondentes bancários ou internet, e a atuação junto a clientes Atacado e Private". Além disso, ele aponta que "o produto é uma boa alternativa para quem se programa para aquisição de um bem ou serviço, e o brasileiro tem percebido valor neste tipo de programação que o consórcio possibilita".

A BB Consórcios é a única administradora relacionada a uma instituição financeira que oferece o produto para todos os segmentos: automóveis, imóveis, tratores, caminhões, máquinas e equipamentos, motocicletas, bicicletas, bens duráveis, serviços, aviões e até mesmo linhas sustentáveis para aquisição de bens e serviços de "economia verde". Esta, uma atuação inédita no mercado, com placas fotovoltaicas, equipamentos de reuso de água, bicicletas elétricas e demais bens de uso não poluentes.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes