×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1246
Menu

Caixa amplia portfolio de fundos de investimentos

Caixa amplia portfolio de fundos de investimentos

O banco lançou dois fundos da categoria Ações Livre com alto potencial de valorização na bolsa brasileira

Dois novos fundos de investimentos da categoria Ações Livre passaram a fazer parte do portfólio da Caixa. Um deles é o Caixa FIC FIA Ações Livre, é destinado a pessoas física e jurídica privada. Outro é o Caixa FIC FIA Brasil Ações Livre, voltado aos Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) e pessoas jurídicas públicas.

A principal característica dos fundos dessa linha é a seleção de ações com alto potencial de valorização nos diversos setores de atuação da bolsa brasileira.

Desse modo, não há restrição ou compromisso a nenhum setor de atividade econômica ou estratégia específica, almejando a geração de valor aos cotistas com retorno acima do Ibovespa no longo prazo.

A aplicação inicial do Caixa FIC FIA Ações Livre é de R$ 5 mil, com taxa de administração máxima de 2% ao ano e taxa de performance de 20% do que superar o Ibovespa (índice Bovespa).

Já o Caixa FIC FIA Brasil Ações Livre terá ticket inicial superior a R$ 50 mil e taxa de administração de 2% ao ano. Outra vantagem é que não haverá cobrança de taxa de performance.

Segundo Mario Erbolato, gerente nacional de investidores corporativos, os produtos da família Ações Livre são uma boa alternativa para os investidores, especialmente para quem tem preferência por fundos que não estejam referenciados ao desempenho dos principais índices da Bolsa.

“A expectativa de um novo ciclo de cortes na taxa básica de juros (Selic) deve continuar impulsionando o aumento de apetite por risco do investidor brasileiro, favorecendo o fluxo de captação em Fundos de Ações”, ressalta Erbolato.

Para Daniel Sandoval, diretor de desenvolvimento de produtos de ativos de terceiros da Caixa, o lançamento tem como objetivo complementar o portfólio de ofertas, tornando-o mais aderente às necessidades dos investidores e proporcionando aos clientes opções de investimento mais sofisticadas e competitivas.

No primeiro semestre, os fundos da categoria Ações Livre registraram rentabilidade de 16,10%, frente ao desempenho do Ibovespa, de 14,88%, no mesmo período.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes