Menu

IBM e Startup Farm buscam top startups para serem aceleradas com uso de IA

IBM e Startup Farm buscam top startups para serem aceleradas com uso de IA

Edição especial do programa Ahead vai selecionar empresas com potencial de impactar positivamente o mercado em que atuam

Startup Farm, a mais experiente aceleradora da América Latina, com 258 startups aceleradas, e a IBM Brasil anunciam o programa Ahead | IBM Watson.

Segundo Alan Leite, CEO da Startup Farm, esta edição do Ahead “busca empresas que possam utilizar o que há de mais avançado em soluções cognitivas e/ou blockchain para transformar os mercados em que atuam, independente se o mercado for de agro, varejo, financeiro ou educação".

O programa está com as inscrições abertas até o dia 2 de julho e selecionará até 10 startups de qualquer segmento e modelo de negócio para serem aceleradas durante seis meses. As empresas selecionadas passarão por três módulos com focos específicos:

  • Laser focus: Com duração de cinco semanas, esta etapa é uma imersão "full-life" para os fundadores trabalharem focados na construção do modelo de negócios da sua startup, com suporte da Startup Farm e de uma ampla rede de mentores, parceiros e investidores. Essa etapa é presencial e acontece em São Paulo.
  • Get Sales Done: Também com cinco semanas, neste módulo a startup trabalhará na construção de uma estratégia de vendas e definirá as principais métricas de desempenho do seu negócio.
  • Fundraising: Com 15 semanas de duração, o objetivo desta etapa é que as empresas aceleradas estruturem uma estratégia de captação de recursos, elaborando uma projeção de necessidade de capital e definam quais os investidores que fazem sentido para o seu negócio.

Por meio da plataforma na nuvem IBM Bluemix, as startups terão acesso aos serviços de computação cognitiva IBM Watson para utilizarem em seus projetos. Hoje, são mais de 15 serviços de inteligência artificial, além das APIs de Blockchain - que certificam transações de todos os segmentos do mercado. A colaboração da IBM permite o acesso ao Bluemix por meio de seu Programa Global de Empreendedorismo (Global Entrepreneur Program – GEP), que dará créditos de até US$ 120 mil em um período de  um ano para as startups selecionadas utilizarem seus serviços. Executivos da IBM serão os mentores de negócios e produtos; técnicos e especialistas em tecnologia da IBM poderão ainda eventualmente auxiliá-las no desenvolvimento de suas soluções.

"As plataformas cognitivas e o blockchain têm o poder de promover uma verdadeira revolução na sociedade em que vivemos. E para melhor. Para a IBM, é um prazer trabalhar com a Startup Farm e realizar programas como o Ahead, que democratizam cada vez mais tecnologias inteligentes e permitem que empreendedores as utilizem como ferramenta de transformação e criação de negócios.", afirma Marcelo Porto, presidente da IBM Brasil.

Segundo Renata Favale Zanuto, líder de Developer Ecosystem e Startups da IBM Brasil, "há seis anos, a IBM abriu as portas para o ecossistema de empreendedores e desenvolvedores através do Global Entrepreneur Program - GEP, e o programa Ahead | IBM Watson é mais um passo no compromisso da IBM em oferecer suas principais tecnologias para as startups, iniciando seus projetos já com um poderoso diferencial competitivo, como as aplicações cognitivas de Watson”, afirma.

As inscrições do Ahead | IBM Watson vão até o dia 2 de julho através do site da Startup Farm. Para se inscrever basta acessar http://aceleracao.startupfarm.com.br/. O anúncio das selecionadas será na segunda quinzena de agosto e o programa Ahead | IBM Watson iniciará no dia 16 de setembro.

"Iremos selecionar startups com fundadores que tenham potencial de transformar os mercados em que atuam. Esperamos ao final do programa, negócios estruturados que realmente impactem positivamente a nossa sociedade", conclui Alan Leite.

 

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes