Menu

Itaú e FGV lançam programa para mulheres empreendedoras

Itaú e FGV lançam programa para mulheres empreendedoras

O objetivo é promover o desenvolvimento social e econômico, a partir da estruturação de planos de crescimento de empresas femininas

O Itaú Unibanco fechou uma importante parceria com a FGV-EAESP – Escola de Administração de Empresas de São Paulo. A instituição de ensino será responsável pela condução da primeira edição do programa “Aceleração Itaú Mulher Empreendedora”, voltado ao aprimoramento de habilidades de gestão empresarial e desenvolvimento do talento empreendedor de mulheres. O objetivo é promover o desenvolvimento social e econômico, a partir da estruturação de planos de crescimento de empresas femininas com potencial de crescimento, geração de emprego e renda. A ação é voltada para participantes que já fazem parte do projeto “Itaú Mulher Empreendedora”, com negócios com faturamento anual mínimo de R$ 300 mil. Serão oferecidas gratuitamente 30 vagas.

 Com coordenação dos professores Maria José Tonelli e Tales Andreassi, o programa acontecerá durante três meses – entre setembro e dezembro deste ano – e terá 32 horas de aulas presenciais (realizadas mensalmente em São Paulo) e 28 horas online (semanalmente). O currículo abrange de modo objetivo temas como negócios e liderança feminina, oportunidade de crescimento, finanças, acesso a capital e produtos financeiros, estratégia e marketing para pequenas empresas, marketing digital, entre outros assuntos, que podem ser imediatamente colocados em prática nas empresas.

 As participantes também terão acesso à avaliação e feedback para os projetos apresentados ao final do programa, podendo, inclusive, receber uma consultoria específica. Para que sejam atingidos os objetivos pré-estabelecidos, é obrigatória a participação da empreendedora selecionada em pelo menos 70% das aulas.

 “Estudos mostram que as mulheres mais conscientes e protagonistas propagam os benefícios recebidos às pessoas próximas – como família e comunidade –. Por isso, é cada vez maior o número de projetos sociais que têm a mulher como foco. Nesse sentido, o ‘Aceleração Itaú Mulher Empreendedora’ busca promover o círculo virtuoso na economia brasileira, por meio da capacitação, conexão e troca de ideias”, afirma Denise Hills, superintendente de Sustentabilidade e Negócios Inclusivos do Itaú Unibanco.

 Para a executiva, a inciativa traz inúmeros benefícios. “Construção de um forte networking; entendimento de modelos práticos de negócios que ajudarão a empreendedora a melhor estruturar e desenvolver a empresa; e apoio de tutores e professores da FGV para a elaboração do plano de crescimento são alguns deles”, comenta.

 Iniciado em 2014, o “Itaú Mulher Empreendedora” conta atualmente com 6.200 participantes, em cinco regiões do País

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes