Menu

Celcoin firma parceria com Clckbus para vender passagens via aplicativo

Marcelo França, CEO do Celcoin Marcelo França, CEO do Celcoin

Inicativa da Fintech atende aos pedidos de muitos usuários do app, que poderão realizar as vendas diretamente para seus clientes

O Celcoin – fintech que desenvolveu um aplicativo que transforma o celular em uma maquineta para revenda de recargas, recebimento de contas e serviços – anuncia grande parceria com a ClickBus, plataforma de vendas online de passagens rodoviárias. Os mais de cinco mil agentes Celcoin (pequenos comerciantes que também prestam serviços bancários através dos smartphones) poderão oferecer passagens de ônibus para os mais de 4.600 destinos e mais de 100 mil rotas rodoviárias atendidas pela plataforma da ClickBus.

Para o CEO do Celcoin, Marcelo França, a novidade atende aos pedidos de muitos usuários do aplicativo. "Essa parceria faz parte da nossa estratégia de atender às necessidades dos pequenos comerciantes espalhados por todo o Brasil, que anseiam por novos produtos que, por sua vez, atendam à demanda de seus clientes", afirma o executivo, destacando que a nova parceria também promove a economia como um todo, pois gera renda e cria oportunidades.

O aplicativo do Celcoin terá agora a opção "Passagens de Ônibus" e os comerciantes poderão realizar as vendas diretamente para seus clientes e contatos. Os comprovantes e vouchers poderão ser impressos ou enviados por SMS, WhatsApp ou e-mail.

Assim como já acontece com os demais serviços do Celcoin, incluindo recargas para celular e pagamento de boletos, os agentes do aplicativo serão premiados pelas vendas de cada passagem. "A bonificação ao nosso cliente é uma forma de estimulá-lo a otimizar o próprio negócio e oferecer mais soluções de conveniência aos seus consumidores", destaca França.

"O Celcoin tem um potencial muito importante na atuação direta com os desbancarizados. Estamos apostando em um novo modelo de negócio, que populariza ainda mais os nossos serviços e tem tudo para apresentar um crescimento exponencial", explica Fernando Prado, CEO da ClickBus.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes