Logo
Imprimir esta página

Itaú investe R$ 3,3 bilhões em novo centro tecnológico

Itaú investe R$ 3,3 bilhões em novo centro tecnológico

O CTMM está localizado em Mogi Mirim, a 160 km da capital paulista

 

Novo data center suportará crescimento das operações do banco até 2050

O Itaú Unibanco inaugura hoje um dos mais eficientes e maiores data centers do mundo em área construída. Localizado em um terreno com 815 mil m², equivalente a 114 campos de futebol, em Mogi Mirim, a 160 km de distância da capital paulista, o Centro Tecnológico Mogi Mirim (CTMM) realizará o processamento e armazenamento de todas as operações do banco. Tem capacidade para atender o crescimento dessa demanda até 2050. O novo data Center aumentará em 25 vezes a atual capacidade instalada da instituição financeira.

O CTMM integra um ciclo de investimentos, no valor de R$ 11,1 bilhões, anunciados pelo Itaú Unibanco para o período de 2012 a 2015. Somente para o novo data Center foram destinados R$ 3,3 bilhões, Essas verbas estão entre as maiores realizadas por uma empresa privada no mundo nos últimos anos.

Com o novo data center, o Itaú vai operar com mais agilidade e disponibilidade. Isso permitirá que ele ofereça produtos, serviços e atendimento mais modernos, ágeis e amplos para os clientes.

“Este empreendimento é de uma complexidade e magnitude inéditas, preparando de fato o banco para o futuro. Uma parte importante dos sistemas já está operando deste centro, e muito em breve todas as informações e transações de nossos clientes serão processadas aqui, com toda a segurança e agilidade necessárias”, diz Roberto Setubal, presidente executivo do Itaú Unibanco.

Com o início das operações do CTMM estão previstas melhorias em estruturas de call center, internet banking e caixa eletrônico, além da unificação do fluxo de informações contábeis, financeiras, fiscais e de riscos. Tudo isso proporcionará uma melhora da eficiência do banco e maior agilidade no atendimento aos clientes.

“Um dos pilares do projeto para este data center foi conseguir um tempo de recuperação de dados igual a zero. Isso significa que, quando o cliente necessitar de uma informação ou realizar uma transação, ela estará disponível imediatamente. Podemos afirmar, com isso, a plena capacidade de atender às demandas de nossos clientes e a evolução tecnológica nas próximas décadas”, diz Alexandre de Barros, vice-presidente de tecnologia do Itaú Unibanco.

Em 2014 o banco realizou 31 bilhões de transações em todos os canais de atendimento (agências, caixas eletrônicos, internet, mobile, call center e máquinas de cartão), com média de 4 mil transações por segundo nos horários de pico. A maior parte dessas transações ocorre, atualmente, por meio online: 42% são realizadas pela internet fixa e mobile, enquanto 9% são feitas nos caixas eletrônicos, 19% nas agências, 2% pelo call center, 28% nas máquinas de cartão. A expectativa é que em 2015 o número de transações supere 35 bilhões. .

O CTMM foi criado com diretrizes de sustentabilidade, cumpridas em todas as suas etapas de projeto, construção e operação. O novo centro vai operar com 43% de redução no consumo de energia em relação aos data centers atuais do banco. Dentro do complexo há uma subestação de energia com capacidade de até 90 MW, suficiente para abastecer uma cidade com aproximadamente 140 mil habitantes

Joomla SEO by MijoSEF
Template Design © Joomla Templates GavickPro. All rights reserved.