Logo
Imprimir esta página

Startup Dom Rock recebe aporte de R$ 6,5 milhões

Startup Dom Rock recebe aporte de R$ 6,5 milhões

A empresa desenvolveu uma plataforma na nuvem que ajuda na chamada jornada digital das empresas

A Dom Rock, que desenvolveu um plataforma para ajudar na jornada digital de empresas, recebeu aporte de R$ 6,5 milhões do Fundo Criatec 3, criado pelo BNDES e gerido pela INSEED Investimentos, e da EDP Ventures Capital, ligada à multinacional portuguesa do setor elétrico EDP.

Desenvolvida na nuvem e baseada em Big Data, tecnologia cognitiva e machine learning, a plataforma da Dom Rock tem ajudado empresas a tomar decisões, reduzir custos e criar estratégias através das soluções denominadas de jornada de faturamento, jornada do cliente e jornada de operações.

As soluções da empresa permitem que as áreas de negócio dos clientes possam lidar com a demanda exponencial de dados dos mais variados tipos como imagem, texto, áudio, tabelas e transações, além de produzir informações rápidas para os negócios visando produtividade e geração de valor.

Segundo Gustavo Junqueira, CEO da INSEED, a Dom Rock chamou a atenção da equipe do Criatec 3 por ter flexibilidade, integração e ferramentas de pré-processamento.

“A tecnologia possibilita a aplicação de diversos algoritmos de inteligência artificial em dados que até então não estavam aptos a serem integrados e analisados automaticamente. E o modelo de negócio machine learning as a service permite que as áreas de negócio possam ter acesso rápido a processamentos de alto nível, sem depender tanto da área de TI”, destaca.

Para Livia Brando, gestora executiva de Estratégia, Inovação e Ventures da EDP no Brasil, a participação da Dom Rock no Starter, programa de aceleração da EDP, estreitou a relação com os empreendedores, criando oportunidade de desenvolver projetos conjuntos com diversas aplicações no negócio, o que credenciou a empresa para o aporte financeiro da EDP Ventures Brasil.

“A escolha da startup potencializará o uso de Inteligência Artificial, Analytics e Big Data no mercado de energia local e global, melhorando a eficiência dos processos e tomada de decisão”, acredita.

André Almeida, CEO da Dom Rock, aponta que o volume de dados gerados mundialmente ultrapassa a marca de 2,5 bilhões de gigabytes por dia.

“Com a massificação da internet, que atualmente possui cerca de 3,2 bilhões de usuários e a maior penetração e uso de sensores que captam dados de diversos tipos de dispositivos, o crescimento é exponencial. Diante deste contexto, os investimentos em Big Data e Analytics crescem a taxas de dois dígitos a cada ano”, explica.

O executivo reforça que o principal objetivo da plataforma é organizar e dar sentido aos dados corporativos, diminuindo a burocracia, gerando eficiência e ganho de produtividade e, com isso, redefinir como os negócios operam no cenário digital.

Segundo ele, os principais problemas que as empresas enfrentam atualmente são a baixa produtividade e o alto custo em produzir informações assertivas para tomada de decisão e, dessa forma, obter diagnóstico operacional de forma recorrente – sobretudo em faturamento, relacionamento com clientes e redução de custos operacionais.

Isso porque as soluções tradicionais falham em função da predominância de dados em tabelas, implicando em alto custo e tempo de implementação, além da forte dependência de especialistas, consultorias e TI.

As empresas utilizam planilhas e mais planilhas, que trazem pouca satisfação das áreas de negócio e alta gestão.

“O que nossa solução faz é integrar diversas fontes de dados, que podem ser alimentadas diretamente pela equipe de negócio ou totalmente integrada e automatizada a partir da fonte original, gerando visões de negócios a partir de algoritmos projetados para a realidade das empresas”, afirma.

A plataforma foi arquitetada de forma a permitir a modularização do desenvolvimento através de microsserviços, pipeline inteligente de engenharia e ciência de dados, além de ser flexível a ponto de poder ser costurada de diversas formas, dependendo da demanda do cliente final, sem perder a escalabilidade.

Almeida explica, ainda, que ela tem capacidade de integração com ferramentas de terceiros para geração de relatórios, automação de fluxo de trabalho, interação com clientes via canais digitais e é de fácil usabilidade, para que a equipe possa utilizar sem depender do setor de TI, normalmente atarefado com uma lista grande de prioridades.

As soluções são horizontais e já atendem grandes clientes de diversos setores como: saúde, educação, serviços financeiros, utilidades, telecom, BPO, consultorias, transporte e logística, além do setor público, como o Governo de São Paulo.

Outro importante resultado é o ganho de produtividade em mais de 70% em processos envolvendo tratamento, organização e distribuição de dados em ambientes operacionais de larga escala.

A plataforma praticamente eliminou tarefas de preparação de dados e conferências, que passam a ser feitas por algoritmos inteligentes.

Joomla SEO by MijoSEF
Template Design © Joomla Templates GavickPro. All rights reserved.