Logo
Imprimir esta página

Sicredi amplia operação no Estado de Minas Gerais

Sicredi amplia operação no Estado de Minas Gerais

A instituição planeja chegar a 50 agências no Estado, em 2020, com investimento previsto de R$ 50 milhões

O Sicredi, que soma de 4 milhões de associados, pretende abrir novas agências em Minas Gerais até o final do ano. As cidades que estão no radar da instituição são Sete Lagoas, Patos de Minas, Prata, Pouso Alegre, Campos Gerais, Elói Mendes, São Sebastião do Paraíso e Muzambinho.

Na segunda-feira, 19, o Sicredi abriu a sua primeira agência em Belo Horizonte e outra deve ser inaugurada até dezembro. Para 2020, o Sicredi planeja dobrar a rede de atendimento em Minas Gerais, para 50 agências, com investimento total previsto de R$ 50 milhões. Com relação à presença nacional, a projeção é de um acréscimo de 169 novas agências no Brasil em 2019. Em 2018, 120 foram inauguradas no país.

Manfred Alfonso Dasenbrock, presidente da SicrediPar, destaca a importância do processo de expansão da instituição.

“Nossa chegada a Belo Horizonte reforça a visão do Sicredi de presença nacional e atuação regional. Ao mesmo tempo em que expandimos e abrimos novas agências em pequenas cidades, fortalecemos a aproximação do Sicredi a novos públicos e associados presentes também nos grandes centros urbanos”, diz.
A entrada do Sicredi em Minas Gerais teve início em 2018, com agências nas cidades de Lavras, Ingaí e Luminárias.

Neste ano, a instituição inaugurou mais onze pontos e, contando com a de Belo Horizonte, já totaliza 15 agências abertas no estado. A projeção é de um acréscimo de 169 novas agências no Brasil em 2019. Em 2018, 120 foram inauguradas no país.

As demais foram inauguradas nas cidades de Pimenta, Boa Esperança, Alfenas, Itajubá, Andradas, Conselheiro Lafaiete, Uberlândia, Santa Rita do Sapucaí, Piumhi e Itabirito.

Segundo Márcio Port, vice-presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, as instituições financeiras cooperativas detêm atualmente cerca de 6% do mercado financeiro no Brasil e em vários outros países este percentual se aproxima de 20%, o que demonstra a grande oportunidade de crescimento existente no nosso país.

“A expansão do cooperativismo traz como benefício o crescimento e o fortalecimento econômico e social das comunidades e é esse o nosso objetivo com a chegada a Belo Horizonte e aos demais municípios de Minas Gerais”, ressalta.

 

Template Design © Joomla Templates GavickPro. All rights reserved.