Menu

Fundos de pensão buscam diversificação de ativos Destaque

Fundos de pensão buscam diversificação de ativos

Com a queda dos juros, fundos miram no Private Equity e Venture Capital

O novo cenário de queda de juros apresenta uma janela de oportunidades para os fundos de pensão investirem em Private Equity e Venture Capital.  A avaliação foi feita em 2 de dezembro passado por Luis Ricardo Martins, presidente da Abrapp (associação que reúne os fundos de pensão), durante o workshop de lançamento do MBA em Private Equity, Venture Capital e Investimentos em Startups, na Fundação Getúlio Vargas.

 Martins afirma que os fundos terão que correr mais risco e diversificar o portfólio, tendo em vista a queda dos juros, e que este é o momento para o sistema retomar a confiança nessas classes de ativos. “Temos espaço para investir e administrarmos bem. É fato que o sistema sofreu com decisões de investimentos em Private Equity, mas foram casos pontuais, que ficaram no passado”.

 De acordo com Martins, o sistema vem se aprimorando com programas de integridade que preveem a profissionalização e certificação dos gestores e autorregulação das entidades. “O nosso sistema é sólido e robusto, e nesse sentido, como aprendizado destaco o Código de Autorregulação em Governança da Abrapp, que tem como propósito auxiliar o processo decisório de investimentos e a blindagem da estrutura de governança das entidades. Estamos prontos e a hora de buscarmos o crescimento é agora” afirma.

 O sistema de previdência complementar fechada reúne cerca de 270 fundos de pensão e gera quase R$ 1 trilhão de ativos. Segundo os dados estatísticos da Abrapp, o sistema paga anualmente R$ 60 bilhões em benefícios a 860 mil aposentados.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes