Menu

Bancos digitais ganham protagonismo na América Latina, diz estudo Destaque

Bancos digitais ganham protagonismo na América Latina, diz estudo

Pandemia está acelerando a transformação digital no setor financeiro, constata pesquisa da Americas Market Intelligence, encomendada pela Mastercard

 

A região da América Latina e do Caribe, conhecida por passar por um dos maiores processos de transformação digital do mundo, continua a equilibrar altos níveis de adoção digital e baixos níveis de inclusão financeira. Esta é uma das conclusões do estudo "Banco Digital na América Latina", conduzido pela Americas Market Intelligence e encomendado pela Mastercard.

De acordo com o levantamento, 55% dos consumidores da região têm conta bancária e mais da metade deste universo realiza transações online. Embora não sejam surpreendentes, essas estatísticas marcaram uma tendência real, pressionando os bancos a avançar para um modelo mais ágil, contínuo e digital.

A pesquisa aponta quatro tendências principais que estão moldando o futuro do setor, uma vez que a covid-19 impactou bastante a maneira como as pessoas interagem com suas instituições financeiras.

• Os consumidores estão exigindo um melhor alinhamento com suas necessidades e valores. Em um mundo conectado digitalmente, isso se traduz em acesso eficiente e instantâneo a serviços financeiros;

• Os clientes desejam facilidade no uso dos serviços financeiros. Mais do que nunca, querem contas bancárias 100% digitais, que não imponham barreiras à adesão;

• Melhor atendimento ao cliente é a terceira tendência, o que está levando os bancos a implementar chatbots baseados em IA que propiciam interações mais personalizadas, mantendo os custos baixos;

• Finalmente, a quarta tendência desafia os bancos a criar uma interface digital simples, como um aplicativo do tipo “tudo em um”, que simplifica a experiência bancária e os serviços digitais, como recargas de celulares, entrega de alimentos e outros serviços.

"Como a pandemia global continua a impactar o setor financeiro e a vida dos consumidores na região da América Latina e Caribe, há uma necessidade real, por parte de parceiros bancários novos e tradicionais, de apoiar melhor as comunidades em todos os lugares", afirma Ana Paula Lapa, VP de Produtos Mastercard Brasil e Cone Sul. "Os bancos mais inovadores entendem que devem incorporar os valores com os quais os consumidores se identificam e criar uma experiência do usuário que reflita suas necessidades agora", complementa ela.

Os bancos estão mudando sua identidade e perfil à medida que evoluem de instituições físicas para parceiros ágeis e digitais para seus clientes. Quem ganha, no fim das contas, é o consumidor que, com essa melhor experiência, pode esperar receber um conjunto de serviços bancários mais flexível, transparente e acessível.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes