Menu

Febraban divulga dados sobre operações de crédito

Febraban divulga dados sobre operações de crédito

As contratações somaram R$ 540,3 bilhões entre 16 de março e 8 de maio

Dados divulgados pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) revelam que as concessões de créditos pelo setor bancário somaram R$ 540,3 bilhões no período de 16 de março a 8 de maio.

Os dados contemplam contratações no valor de R$ 378 bilhões, suspensão de parcelas repactatuadas que totalizam R$ 47,5 bilhões e renovações de operações que somam R$ 114,8 bilhões.

O setor já negociou 8,5 milhões de contratos com operações em dia, que apresenta saldo devedor de R$ 468,2 bilhões.

De acordo com a entidade, a suspensão das parcelas repactuadas representam um alívio financeiro imediato para empresas e consumidores, que passaram a ter uma carência entre 60 a 180 dias para pagar suas prestações.

A maior parte dos beneficiados com a prorrogação de parcelas é composta por pequenas empresas e pessoas físicas.

Já as renovações de operações no total de R$ 114,8 bilhões permitem que empresas e famílias mantenham esses recursos

em seu poder para honrar outros compromissos.

A soma das novas concessões (R$ 370 bilhões) e das renovações com o saldo devedor de todas as repactuações (R$ 114,8 bilhões) chega a R$ 961 bilhões, distribuídos por segmentos e produtos conforme o quadro abaixo.

Na comparação de março e abril de 2019 com o período de 16 de março a 8 de maio, houve alta significativa nas concessões para pessoa jurídica no segmento livre (PJ), de 81%, considerando a média por dia útil para cada período.

Isso ocorreu em razão do expressivo aumento na demanda por crédito bancário em geral, por conta da forte incerteza do cenário econômico, da redução das operações no mercado de capitais e do cancelamento de linhas de financiamento externo para o Brasil.

Essa expansão na demanda foi atendida pelo setor bancário doméstico, o que explica esta taxa elevada de 75,1% de crescimento nas concessões para PJ no segmento livre.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes