Menu

Crédito Consignado do Banestes terá carência de até 180 dias

José Amarildo Casagrande, diretor-presidente do Banestes José Amarildo Casagrande, diretor-presidente do Banestes

A medida beneficia os clientes que estão com contrato em dia

O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) ampliou a lista de produtos passíveis de reparcelamento em até 180 dias por conta da pandemia do novo coronavírus.

A exemplo do que já ocorre com produtos de sua carteira disponíveis para pessoas física e jurídica, o Crédito Consignado poderá ter carência de seis meses na contratação ou na renovação.

A medida beneficia clientes do banco que estão com contratos em dia e que entrarem em contato com o seu gerente para realizar a negociação.

Todas as propostas estarão sujeitas à análise. Se aprovada a carência, os valores das prestações devidas serão incorporados ao saldo devedor do financiamento e haverá a cobrança proporcional dos juros para o período restante da operação.

José Amarildo Casagrande, diretor-presidente do Banestes, ressalta que a instituição tem atuado de forma proativa para atender às demandas da sociedade.

"Sabemos que grande parte dos consumidores está enfrentando dificuldades para arcar com suas obrigações", salienta.

Iniciado em março, o processo de repactuação de operações de créditos abrange diversos produtos financeiros do banco, como Crédito Pessoal, Crédito Imobiliário e Financiamento de Veículos.

Na categoria pessoa jurídica, abrange Capital de Giro, Crédito Investimento, Microcrédito e Financiamento de Bens. Os clientes do Crédito Rotativo e do Crédito Rural também poderão negociar reparcelamento.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes