Menu

Grupo dá continuidade à convergência de normas contábeis para o setor público

Grupo dá continuidade à convergência de normas contábeis para o setor público

Adoção de padrões internacionais permitirá comparação de contas públicas brasileiras com as de outras nações

O Grupo Assessor das Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas ao Setor Público (GA/NBC TSP), que trabalha na convergência dos dispositivos para os padrões internacionais, se reúne nesta terça e quarta-feira (13 e 14/6), na sede do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), em Brasília, para dar continuidade ao trabalho iniciado há cerca de dois anos.

No último encontro, ocorrido nos dias 29, 30 e 31 de maio, os membros do GA discutiram, entre outros assuntos, temas relacionados à governança e à disseminação das normas para a sociedade, bem como traçaram um panorama geral da tradução de cinco dispositivos que estão em análise.

“O trabalho de convergência não é mera tradução das normas. Trata-se de um estudo detalhado dos conceitos e definições, e engloba um aprofundamento técnico nos assuntos debatidos”, observa o vice-presidente técnico do CFC e coordenador do GA/NBC TSP, Zulmir Breda. Ele afirma que as normas se aproximam da sociedade à medida que trazem maior clareza para as demonstrações contábeis das entidades públicas.

O objetivo da convergência é produzir informações mais apropriadas sobre a situação dos entes públicos, buscar uma padronização que possibilite a correta consolidação das contas públicas e sua comparabilidade com as de outras nações do mundo que adotam as normas internacionais. Visa também a apresentar conceitos e normas mais rígidas para definir o que é passivo e o que é ativo na contabilidade pública, melhorando a governança da União, dos Estados, Distrito Federal e Municípios.

As cinco normas que estão em análise pelo grupo tratam de temas como apresentação das demonstrações contábeis, demonstração dos fluxos de caixa, apresentação das informações orçamentárias nas demonstrações contábeis, encargos de empréstimos e financiamentos, e benefícios a empregados.

Outro assunto tratado no encontro foi o sistema de controle de custos na contabilidade e as experiências de Estados e municípios. “A temática de custos tem uma relevância muito grande na gestão pública. Por isso, trouxemos a ideia de compartilhar conhecimento na implementação desses sistemas por contadores que atuam na área pública”, explica a coordenadora do Subgrupo de Custos, Rosilene Souza.

“Precisamos que as boas práticas sejam divulgadas e disseminadas em espaços como esse, além de congressos, seminários e parceria com a academia para levar experiências práticas aos estudantes e pesquisadores”, ressalta a coordenadora operacional do GA e subsecretária de Contabilidade da Secretaria do Tesouro Nacional, Gildenora Milhomem.

Consulta pública

O grupo, formado por membros do CFC e da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), trabalha há cerca de dois anos na convergência das normas do setor público para os padrões internacionais. Atualmente cinco minutas dessas normas estão em consulta pública no site do CFC. Elas tratam de assuntos como propriedades para investimentos, ativos imobilizados, ativos intangíveis, ajuste ao valor recuperável e ativos geradores e não geradores de caixa.

Hoje (9) é o último dia para enviar comentários e sugestões para as minutas das normas pelo endereço eletrônico:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes