Mpayment - Executivos Financeiros - Executivos Financeiros http://executivosfinanceiros.com.br Thu, 17 Jan 2019 16:59:42 +0000 Joomla! - Open Source Content Management pt-br Cliente Next agora pode pagar compras por meio do Google Pay http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6342-cliente-next-agora-pode-pagar-compras-por-meio-do-google-pay http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6342-cliente-next-agora-pode-pagar-compras-por-meio-do-google-pay Cliente Next agora pode pagar compras por meio do Google Pay

Parceria com o Google permite fazer pagamentos com cartão de crédito sem uso do plástico

O Next, em parceria com o Google, passa oferecer aos clientes solução de pagamento móvel que possibilita aos usuários de Android utilizarem o celular para fazer compras com cartão de crédito Next.

Para isso, é preciso cadastrar o cartão Next no aplicativo Google Pay, usando o código gerado no app do Next. O pagamento pelo celular é feito por aproximação nas máquinas dos estabelecimentos de um jeito simples e rápido, usando tecnologia NFC. Além disso, também é protegido com o avançado sistema de proteção integrado do Google Pay.

“A novidade vai ao encontro das expectativas dessa geração hiperconectada, que faz parte do Next, e que já resolve boa parte de sua vida pelo celular, que se tornou um grande hub de soluções e conexões. A parceria com o Google para o pagamento de compras sem a utilização do cartão físico é mais uma iniciativa do Next para entregar as melhores soluções, experiências e benefícios aos seus clientes”, comenta Jeferson Honorato, Superintendente Executivo do Next do Bradesco.

O Next oferece o plano Na Faixa, com conta corrente e cartão de crédito gratuitos. O cliente pode usufruir dos Mimos com mais de 60 ofertas disponíveis, utilizar as mais de 35 mil máquinas de Autoatendimento do Bradesco e da Rede Banco24Horas e acessar o App sem consumir seu pacote de dados.

Os universitários também podem contar com uma linha de crédito disponível na conta e descontos em instituições de ensino, cursos de idioma e app de transporte, entre outros.

Para abrir a conta, basta fazer download do aplicativo “banco next” nas lojas Google Play ou App Store e solicitar a conta. Todo processo de abertura de conta é digital.

]]>
Mpayment Mon, 14 May 2018 00:00:00 +0000
Clientes do Bradesco podem fazer compras pelo Google Pay http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6272-clientes-do-bradesco-podem-fazer-compras-pelo-google-pay http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6272-clientes-do-bradesco-podem-fazer-compras-pelo-google-pay Clientes do Bradesco podem fazer compras pelo Google Pay

Serviço armazena o cartão de crédito em um aplicativo e transforma o smartphone em meio de pagamento

O Bradesco fechou uma parceria com o Google para oferecer aos clientes o Google Pay, serviço gratuito de pagamento móvel que pode ser usado em estabelecimentos comerciais que aceitam cartões de crédito e adotam em seus terminais a tecnologia NFC (pagamentos por aproximação).

A funcionalidade já está disponível para os correntistas do Bradesco que possuem um ou mais cartões de crédito Visa, de todas as categorias, e que possuem aparelhos celulares Android compatíveis com a tecnologia NFC.

Para aderir ao serviço, o cliente deve fazer o download na Play Store, abrir o aplicativo Google Pay e seguir os procedimentos solicitados pela plataforma para a validação do banco.

Após a autenticação e o desbloqueio, a versão eletrônica do cartão de crédito fica disponível com o mesmo nome, validade e as vantagens dos programas de fidelidade do cartão físico. Os cartões armazenados no aplicativo também podem ser usados em compras realizadas pela Internet por meio do serviço “Pagar com Google”.

Para o diretor do Bradesco Cartões, Cesário Nakamura, o novo serviço possui atributos fundamentais como conveniência, facilidade e segurança: “Estamos unindo um grande cartão com uma grande carteira digital. A parceria com o Google faz parte da nossa estratégia de sempre oferecer aos clientes as mais recentes tecnologias e soluções inovadoras, trazendo conveniência e agilidade no dia a dia”. 

“Com o Google Pay, os clientes Bradesco usuários de Android poderão pagar com praticidade utilizando apenas o smartphone”, afirma Alessandro Germano, Diretor de Parcerias Estratégicas do Google para América Latina. “Além disso, o sistema é seguro, pois o número do seu cartão não é compartilhado com os estabelecimentos”, complementa.

 

]]>
Mpayment Tue, 20 Feb 2018 00:00:00 +0000
ACI oferece solução omnichannel baseada em nuvem para varejistas http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6218-aci-oferece-solucao-omnichannel-baseada-em-nuvem-para-varejistas http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6218-aci-oferece-solucao-omnichannel-baseada-em-nuvem-para-varejistas ACI oferece solução omnichannel baseada em nuvem para varejistas

O Up Merchant Payments suporta pagamentos independentemente do canal, localidade ou momento

ACI Worldwide, provedora global de soluções de pagamentos e serviços bancários eletrônicos, passa a disponibilizar a solução UP Merchant Payments na nuvem. Com base em uma arquitetura multitenant, a plataforma oferece a escalabilidade necessária para suportar o crescimento dos canais de comunicação dos varejistas. 

O UP Merchant Payments possui recursos de gerenciamento de fraudes e pagamentos omnichannel para apoiar o crescimento dos negócios por meio de qualquer canal, a qualquer hora e onde quer que os clientes desejem fazer uma transação.

Com uma arquitetura multitenant, a ferramenta ajuda a minimizar os custos e recursos necessários para manter os sistemas de pagamento. Junto a outras ofertas em nuvem, o UP Merchant Payments roda no data center personalizado da ACI, especificamente projetado para suportar soluções de pagamento de missão crítica, o que proporciona confiabilidade, segurança e privacidade dos dados.

"Os varejistas encontram maneiras cada vez mais criativas de atender seus clientes em novos canais. No entanto, é importante que eles não percam de vista componentes críticos, como a gestão de pagamentos e fraudes, parte da experiência do cliente", aponta Thad Peterson, analista sênior do instituto de pesquisa Aite. "Os comerciantes precisam se concentrar no que fazem para que os melhores produtos sejam vendidos. A maioria também não tem o tempo nem a experiência para alocar recursos para gerenciar esses serviços complexos de TI", constata. 

Os comerciantes de hoje buscam reduzir seus custos de infraestrutura e compliance. Com a solução UP Merchant Payments na nuvem, argumenta a ACI, eles podem aprimorar seus meios de pagamento digitais e seguros com as aplicações de criptografia ponto a ponto (P2PE) e SaaS da fabricante, para proteger os dados dos clientes e de seus cartões de crédito. Além disso, a hospedagem na nuvem da ACI oferece estabilidade e escalabilidade para suportar o crescimento e está de acordo com a certificação PCI. 

"Proteger as informações de pagamento do cliente e gerenciar possíveis fraudes é parte da estratégia de pagamento digital de qualquer varejista, especialmente quando eles aumentam suas operações e opções de pagamento", assinala Mike Braatz, vice-presidente sênior da ACI Worldwide. "Mais e mais organizações trabalham para simplificar a experiência de pagamento para seus clientes, por isso buscam a ACI e seu histórico de pagamentos seguros, flexíveis e escaláveis. Dessa forma, elas podem se concentrar no sucesso de seus negócios", salienta.

O UP Merchant Payments está no mercado há anos e, dado o sucesso e a demanda, a ACI lançou a versão baseada em nuvem multitenant. A solução suporta uma variedade de canais de comunicação digitais ou físicos, além de fornecer frameworks específicos para vários mercados verticais: varejo, restaurantes, telecomunicações, viagens, jogos e muito mais. O objetivo, nota a ACI, é criar e gerenciar uma experiência centrada no consumidor. As ferramentas avançadas de prevenção à fraude e segurança de dados de pagamento reduzem os riscos e protegem os clientes e as companhias. 

 

]]>
Mpayment Mon, 15 Jan 2018 00:00:00 +0000
Bango impulsiona operações na América Latina http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6150-bango-impulsiona-operacoes-na-america-latina http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6150-bango-impulsiona-operacoes-na-america-latina Bango impulsiona operações na América Latina

Empresa de pagamentos móveis anuncia contratações estratégicas no Brasil e abertura de escritório na Colômbia

A Bango (AIM: BGO), provedora de soluções de pagamentos móveis, anuncia novos investimentos em toda a América Latina, com contratações-chaves para o escritório de São Paulo e abertura de escritório em Bogotá, na Colômbia. A expansão de presença na região apoiará os parceiros da loja Bango, incluindo Amazon, Google e Microsoft. 

A região da América Latina, ávida por conteúdo, é o foco das principais app stores, em um dos mercados de smartphone com crescimento mais rápido em todo o mundo. A tecnologia Bango é usada por estes players para permitir que cada vez mais consumidores tenham acesso total a conteúdos e serviços digitais, incluindo vídeos, música, jogos, produtividade, softwares, entre outros. 

O pagamento em um clique fornecido pela Bango permite que qualquer pessoa com uma conta móvel compre conteúdo e fature direto na conta do telefone. Nenhum cartão de crédito ou detalhes bancários são necessários, abrindo o vasto ecossistema de conteúdo digital para milhares de latino-americanos não bancarizados. A tecnologia Bango é capaz de cobrar contas pré-pagas assim como as pós-pagas, o que é vital para abrir a base de clientes na América Latina. 

"O primeiro lançamento de carrier billing na América Latina foi pela Google Play Store usando a plataforma Bango, já habilitado em 2015", disse Anil Malhotra, diretor de Marketing da Bango. "Como parte do compromisso de longo prazo da empresa com as lojas parceiras e operadores, a Bango aumentou a sua presença na região com contratações estratégicas técnicas e de desenvolvimento de negócios", acrescentou. 

Márcio Mattos é uma das várias nomeações recentemente efetivadas para expandir a capacidade de integração na Bango, atuando como arquiteto de Soluções Sênior. Com base em São Paulo e on-site com clientes, Mattos fornece capacitação técnica e de integração para operadores móveis, usando a tecnologia da Bango para integrações rápidas. 

Maria José Vargas é a nova integrante da equipe de Desenvolvimento de Negócios do escritório de Bogotá, na Colômbia. Ela vem da Telefonica e está posicionada para entender os desafios das operadoras de telefonia móvel que querem crescer com novas receitas com o sucesso das lojas de aplicativos globais através da plataforma Bango. 

Partilhando iniciativas com mais lojas de aplicativos do que qualquer outra plataforma, a Bango é o padrão da indústria para as operadoras possibilitarem o carrier billing para seus clientes. Com a diminuição do uso de recursos pessoais e as receitas tradicionais de Serviços de Valor Agregado (SVA) para tipos de conteúdo antigos, como toques e papéis de parede, as operadoras móveis da região estão se voltando cada vez mais para a Bango, a fim de inovar e capturar novos negócios com os principais players. 

A penetração de dispositivos móveis é alta na América Latina, com 690 milhões de conexões móveis no Q32017. Os smartphones representaram 60% desses volumes (GSMA, 2017). As assinaturas de Internet móvel continuam a crescer fortemente, dado que o acesso e o envolvimento digital se tornam cada vez mais importantes em toda a região.

Os recursos e capacidade dos smartphones tornaram-se cada vez mais sofisticados, resultando em um ecossistema de conteúdo rico e imersivo. Títulos como o Google Play Music, Pokémon GO, Clash Royale e Netflix estão regularmente na lista de best-sellers em conteúdo carrier billing na região.

]]>
Mpayment Mon, 27 Nov 2017 00:00:00 +0000
Ecossistemas de pagamentos digitais estão cada vez mais interconectados http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6133-ecossistemas-de-pagamentos-digitais-estao-cada-vez-mais-interconectados http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6133-ecossistemas-de-pagamentos-digitais-estao-cada-vez-mais-interconectados Ecossistemas de pagamentos digitais estão cada vez mais interconectados

ACI Worldwide, Adyen, FreedomPay IPGpay, Paysafe e Payworks estão entre as empresas que utilizam interconexão nos data centers da Equinix

Empresas que desenvolvem inovação em pagamentos digitas empenham-se em criar transações mais rápidas, mais convenientes e mais seguras para os consumidores e para os negócios, bem como para as instituições financeiras. Essas melhorias acontecem principalmente por meio de inovação na estrutura, nos processos e nas redes invisíveis que suportam os pagamentos. A Equinix Inc. (Nasdaq: EQIX), a empresa de interconexão global e data center, atenta a essa necessidade, anuncia a conquista de novos clientes no mercado de pagamentos digitais, entre eles destaque para ACI Worldwide, Adyen, Freedompay, IPGpay, Paysafe e Payworks, que estão inovando ao contratar as soluções de interconexão nos data centers Equinix International Business Exchange (IBX®).   

O setor de bancos como um todo está entrando na era digital em resposta às empresas concorrentes recém-criadas, ao aumento das expectativas da experiência do cliente, às pressões regulatórias e à crescente necessidade de fornecer serviços convergentes disponíveis em diferentes pontos de acesso do cliente.

Cada vez mais o setor de pagamentos digitais está sendo transformado, com a introdução de novos métodos de pagamentos móveis e on-line. Em particular, a ascensão do dispositivo móvel como uma plataforma de pagamentos está estimulando o crescimento e os provedores de pagamentos precisam rapidamente provisionar e dar suporte a novos modelos de serviço por meio de pontos de venda móveis, na internet e pessoalmente.

“A inovação em pagamentos está acontecendo muito rapidamente, com um crescente número de participantes de vários setores competindo para adicionar valor ao processo de movimentação de dinheiro.  No setor de pagamento, escala e alcance podem ser vantagens estratégicas que separam vencedores e perdedores na corrida de inovações.  Um número crescente de participantes no ecossistema de pagamento digital da Equinix está aproveitando a interconexão dentro da Equinix, com sua vantagem competitiva, para atingir escala e alcance com maior facilidade, rapidez e segurança”, afirma John Knuff, vice-presidente de Pagamentos Digitais da Equinix.

Esses novos meios de pagamento também mudam as expectativas dos clientes, que requerem a execução de transações complexas de forma conveniente, rápida e segura. Como resultado, uma série de empresas de pagamentos não tradicionais surgiram para atender a essa demanda, aproveitando os avanços na tecnologia para desenvolver novos produtos e serviços.

De acordo com o relatório da Goldman Sachs de 2017 sobre o ecossistema de pagamentos (The Goldman Sachs 2017 Payments Ecosystem), estima-se que os pagamentos transacionados on-line, no montante de US$ 28 trilhões, irão quase dobrar para US$ 51 trilhões até 2026.

Além disso, a Equinix anunciou recentemente o Global Interconnection Index, que mede e projeta o crescimento de velocidade de interconexão e destaca como as empresas estão traduzindo a transformação digital em ações e criando maneiras completamente novas de se conectarem com seus clientes, parceiros e cadeia de fornecedores.

O Index prevê que, até 2020, a interconexão direta para os provedores de serviços financeiros, para transacionar e trocar pagamentos digitalmente, deve crescer 38% entre as empresas e 34% entre os provedores de serviços na condução do comércio digital. Na América Latina, a região deve atingir 626 Tbps de capacidade instalada, alcançando 13% da capacidade de interconexão global até 2020.

Os pagamentos digitais representam uma mudança fundamental em direção ao modelo orientado para o consumidor. A Equinix acredita que a melhor forma de entregar uma experiência de pagamento digital de alta qualidade é por meio da interconexão. A mudança nos pagamentos digitais, hoje, é semelhante à transformação pela qual o setor de pagamentos eletrônicos passou, que se desenvolveu em grande parte nos datacenters da Equinix nos principais mercados financeiros do mundo.

Enfrentamento de desafios

“O futuro dos pagamentos será marcado pela diversidade, ubiquidade, interoperabilidade, especialização e personalização. O sucesso será determinado pela capacidade de dispersão geográfica das organizações e de especialização exclusiva para trabalhar juntas, a fim de fornecer soluções globais localmente. Possibilitar proximidade em um ecossistema global, resiliência em meio à incerteza e segurança, ao mesmo tempo em que se propicia abertura a todos e flexibilidade em relação ao cenário de regulamentação rígida, estão entre os muitos desafios enfrentados. Poucas organizações, se houver alguma outra, entregam a plataforma prática necessária para a colaboração internacional em pagamentos como a Equinix”, enfatiza Paul Rodgers, Presidente da Vendorcom.

Os provedores de plataforma de comércio digital, como a FreedomPay, estão abordando a questão da escalada de crescimento no mercado de comércio digital por meio de redes de área ampla (SD-WAN) definidas por software, que fornecem conectividade de alta velocidade para ecossistemas densos de parceiros, bancos e clientes de pagamento digital, hospedados em colocation e plataformas de interconexão sem fornecedor específico.

A FreedomPay sabia que precisava transformar sua infraestrutura de TI para ampliar seu alcance, no âmbito de uma base de consumidores cada vez mais global e móvel. Como resultado, a empresa trabalhou com a Equinix para estabelecer uma presença na Europa e na Ásia e impulsionou a conectividade de cloud por meio do Equinix Cloud Exchange, além de aumentar sua performance de rede e segurança para uma maior qualidade da experiência do cliente com o Equinix Performance Hub. 

“A Equinix nos permitiu aumentar nossa adoção de cloud e expandir nossa presença para fora da edge de nossa rede corporativa e em novas geografias. E pudemos fazer isso em uma rede privada criptografada com melhor performance, controle e visibilidade, e com uma drástica redução de custo”, relata Christopher Kronenthal, diretor de tecnologia da FreedomPay.

A Equinix hospeda mais de 1.500 provedores de rede em 44 mercados globais, proporcionando às empresas de pagamento digital a densidade de rede para selecionar as rotas de tráfego mais seguras e eficientes, a fim de alcançar os usuários finais em qualquer lugar.

Informações adicionais podem ser obtidas por meio dos seguintes links:

Como serão os pagamentos na Ásia em 2020?  [blog]

ACI Worldwide — Serviços de pagamento em cloud rápidos e seguros [vídeo]

Aproveitamento de uma arquitetura de cloud híbrida AWS no ecossistema de pagamentos digitais [blog]

FreedomPay: Nova arquitetura da edge para o comércio digital global [blog]

Guia de Estratégia de Interconexão [relatório]

 

 

]]>
Mpayment Tue, 21 Nov 2017 00:00:00 +0000
Santander lança wearables para pagamentos http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6132-santander-lanca-wearables-para-pagamentos http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/6132-santander-lanca-wearables-para-pagamentos Rodrigo Cury, superintendente executivo de Cartões do Santander

Dispositivos “vestíveis” com tecnologia NFC permitirem que correntistas e não correntistas façam transações sem cartão

O Santander está lançando dois dispositivos de pagamento por aproximação para clientes que têm cartão do banco com bandeira Mastercard. Correntistas e não correntistas poderão adquirir uma pulseira ou um adesivo com tecnologia NFC (Near Field Communication) que permitem a realização de transações de débito ou crédito sem o uso físico do plástico.  

Para realizar operações nos estabelecimentos comerciais, os clientes aproximam sua pulseira ou adesivo a uma maquininha de cartão (POS) que aceite a tecnologia NFC. Se o valor da operação for inferior a R$ 50,00, o cliente não precisará digitar sua senha. Desta forma, o Santander proporciona rapidez na conclusão da operação, sem deixar de lado a segurança dos negócios. 

“Os dispositivos vestíveis, ou wearables, complementam a gama de ferramentas inovadoras e diferenciadas que entregamos aos clientes ao longo do ano. É uma solução para ser usada no dia a dia, seja no transporte público, nas praças de pedágio ou enquanto faz exercícios”, afirma Rodrigo Cury, superintendente executivo de Cartões do Santander. “Mostramos, assim, que a tecnologia está a favor do cliente, e ampliamos significativamente o potencial de novos usuários.” 

Inicialmente, os dispositivos serão vendidos a preços promocionais: a pulseira, que é à prova d’agua, custará R$ 40,00 e o adesivo, que poderá ser colado em qualquer lugar, será R$ 24,00. Os wearables poderão ser solicitados nas agências do Santander ou pelo Santander Way, aplicativo de gestão de cartões de crédito e débito do Banco, para serem entregues em casa.  

Pelo app, o cliente pode direcionar o uso da pulseira ou adesivo para um dependente, gerir e limitar os gastos, habilitar para utilização no exterior e bloquear a solução em caso de perda ou roubo. O Santander Way pode ser baixado nas stores e está disponível para os sistemas operacionais Android, versão 4.4 ou superior, e IOS, versão 8 ou superior. 

Em abril deste ano, o banco já havia lançado sua carteira digital, solução disponível no Santander Way que também possibilita ao cliente realizar compras sem o uso físico do cartão de débito ou crédito. Anteriormente, em julho do ano passado, o Santander foi o primeiro banco privado a disponibilizar o Samsung Pay, carteira digital da Samsung, aos clientes.

]]>
Mpayment Mon, 20 Nov 2017 00:00:00 +0000
Masterpass anuncia lançamento de pagamento com um clique no Brasil http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/5952-masterpass-anuncia-lancamento-de-pagamento-com-um-clique-no-brasil http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/5952-masterpass-anuncia-lancamento-de-pagamento-com-um-clique-no-brasil Masterpass anuncia lançamento de pagamento com um clique no Brasil

Primeira experiência será com o aplicativo de Zona Azul, permitindo o pagamento de estacionamento rotativo ou compra antecipada de cartões

O Masterpass, plataforma de pagamento digital da Mastercard que permite compras de forma simples, segura e inteligente em estabelecimentos parceiros, disponibiliza pela primeira vez o checkout expresso na solução no Brasil. A nova tecnologia permite o pagamento de produtos e serviços com apenas um clique ou impressão digital nos celulares a partir do momento em que as informações do cliente são previamente cadastradas e autorizadas, proporcionando assim uma experiência de pagamento rápida e fácil. 

O aplicativo que recebe o checkout expresso do Masterpass pela primeira vez é o Zul Digital, utilizado para pagar ou comprar antecipadamente os cartões de estacionamento rotativo geridos pela Zona Azul, por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), na Cidade de São Paulo. 

Como funciona: No primeiro uso, para que o usuário adquira seu tíquete de estacionamento com a nova solução, basta instalar o aplicativo Zul Digital, cadastrar os dados pessoais e, ao solicitar o pagamento da vaga atual ou a compra antecipada de cartões de estacionamento, escolher a opção Masterpass. Caso o motorista já tenha cadastro prévio na plataforma, basta clicar no botão para ativar a conta e habilitar o pagamento expresso, possibilitando assim que os próximos checkouts sejam concluídos apenas com a validação de impressões digitais ou um simples clique. A funcionalidade está disponível nos sistemas iOS e Android. O download também pode ser realizado por meio do link https://www.zuldigital.com.br/instalar.  

“Com a nova funcionalidade que possibilita pagamento com um clique no Masterpass, a Mastercard torna mais uma vez tangível a proposta de oferecer experiências de alto nível com rapidez, segurança e facilidade. Dessa forma, no caso da Zona Azul, o motorista realiza as tarefas do dia a dia de forma descomplicada, sem que o fato de pagar a vaga do estacionamento seja uma preocupação a mais em sua rotina, já que ele pode concluir essa tarefa em apenas um gesto”, declara Valério Murta, vice-presidente de Produtos e Soluções da Mastercard Brasil e Cone Sul. 

O mecanismo de compra com um clique otimiza conversões de compras, ao mesmo tempo em que torna o checkout mais descomplicado para o consumidor. Para ilustrar esse panorama, em pesquisa realizada pela Mastercard em parceria com a Norstat, no Brasil, 52% dos consumidores declararam abandonar suas compras no ambiente online quando esquecem a senha, por exemplo.

 

]]>
Mpayment Wed, 06 Sep 2017 00:00:00 +0000
Visa ajuda comércio a adotar novas especificações para pagamentos por QR Code http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/5930-visa-ajuda-comercio-a-adotar-novas-especificacoes-para-pagamentos-por-qr-code http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/5930-visa-ajuda-comercio-a-adotar-novas-especificacoes-para-pagamentos-por-qr-code Visa ajuda comércio a adotar novas especificações para pagamentos por QR Code

Programa Visa Ready simplifica a integração de estabelecimentos de pequeno e médio portes que querem implementar a tecnologia

A Visa anunciou seu apoio às novas Especificações Globais de Pagamento por QR Code da EMVCo, entidade técnica global gestora das Especificações EMV. As especificações abrangem o uso de QR Code apresentado por consumidores e estabelecimentos comerciais para pagamentos digitais. Os QR Codes são códigos de barra bidimensionais, usados para facilitar os pagamentos móveis no ponto de venda.

As novas especificações EMV têm interoperabilidade mundial e foram desenvolvidas em parceria com a EMVCo. A tecnologia de QR Code foi habilitada para estabelecimentos comerciais em 15 países, com muito sucesso. Na Índia, Quênia e Nigéria, a facilidade é atualmente utilizada por bancos e estabelecimentos comerciais parceiros.

"Já notamos um progresso imenso na adoção de sistemas de pagamento por QR Codes padronizados e interoperáveis em países em desenvolvimento", diz Sam Shrauger, vice-presidente sênior de produtos digitais da Visa. "Estamos trabalhando com os governos e bancos centrais de países como a Índia para desenvolver e implementar soluções de pagamento por QR Code que ofereçam a conveniência e segurança da Visa, apoiando a jornada rumo a um futuro sem pagamentos em dinheiro”, completa ele. 

A Visa promoveu o crescimento mundial de pagamentos por QR Code em estabelecimentos comerciais por meio de uma solução de pagamento móvel chamada mVisa. Ela permite que os consumidores paguem produtos e serviços por meio da leitura de QR Code em um smartphone ou pela inserção de um código de estabelecimento comercial em seu celular.

O pagamento vai direto da conta Visa do consumidor para a conta do estabelecimento comercial e as duas partes recebem notificações em tempo real. O mVisa é totalmente interoperável, ou seja, o consumidor e o estabelecimento comercial não precisam ser correntistas do mesmo banco. Isso proporciona a mesma conveniência, segurança e confiabilidade da marca Visa.

Pensando nos varejistas que desejam aproveitar o potencial dos pagamentos por QR Code, o programa Visa Ready adotou os padrões de QR interoperáveis para desenvolver ferramentas que facilitam a implementação desse meio de pagamento em estabelecimentos comerciais.

Como o mVisa é interoperável, uma vez registrados, os varejistas estão livres para aceitar pagamentos de qualquer país ou banco, com a confiança de que a Visa processará cada transação de forma segura e eficiente.

Interoperabilidade e padronização

Os pagamentos digitais contribuem para que a mudança para um futuro de pagamentos sem dinheiro continue acontecendo. A nova especificação global é um passo importante, pois promove a interoperabilidade e padroniza o ecossistema dos pagamentos por QR Code, que cresce a passos largos no mundo todo.

Trinta e três bancos e mais de 328.000 estabelecimentos comerciais da Índia, Quênia e Nigéria já adotaram os padrões interoperáveis enquanto aceleram seus programas de pagamento digital por QR Code.

"O mVisa permite que as transações sejam finalizadas com sucesso, independentemente do serviço da operadora do celular do consumidor, do estabelecimento comercial e de seus respetivos bancos", diz Shrauger. "Isso resolve um grande desafio dos programas de dinheiro móvel e permite que consumidores e estabelecimentos comerciais escolham seu banco e operadora móvel".

O Banco Central da Índia incentivou a adoção de pagamentos por QR Codes padronizados para oferecer acesso a pagamentos digitais seguros e de baixo custo a milhões de consumidores e estabelecimentos comerciais. Trabalhando com parceiros, a Visa está convertendo as compras cotidianas que são pagas em dinheiro em pagamentos digitais, por meio de integrações diretas com redes de supermercados e grandes empresas de prestação de serviços públicos.

Ao disponibilizarem QR Codes dinâmicos aos seus consumidores, e uma experiência de pagamento descomplicada, prestadoras de serviços públicos como a Tata Sky, Idea Cellular, Reliance Energy, Mahanagar Gas, redes como a Pizza Hut e redes de supermercados como Nakumatt, Spar e Zucchini estão levando os benefícios dos pagamentos digitais a milhões de potenciais consumidore.

A Visa pretende reproduzir esse sucesso em outros 12 países onde já habilitou o mVisa: Camboja, Egito, Gana, Indonésia, Cazaquistão, Malásia, Paquistão, Ruanda, Tanzânia, Tailândia, Uganda e Vietnã. 

]]>
Mpayment Thu, 31 Aug 2017 00:00:00 +0000
AL será o continente com menos inovações em pagamentos nos próximos anos http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/5903-al-sera-o-continente-com-menos-inovacoes-em-pagamentos-nos-proximos-anos http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/5903-al-sera-o-continente-com-menos-inovacoes-em-pagamentos-nos-proximos-anos AL será o continente com menos inovações em pagamentos nos próximos anos

Conforme estudo da ACI Worldwide, 64% dos entrevistados consideram a Ásia líder mundial em inovação, seguida pela Europa

A Ásia segue na liderança no que diz respeito à inovação no setor de pagamentos, de acordo com o Global Payments Innovation Jury 2017 (Júri de Inovação em Pagamentos Globais 2017, em tradução livre). O continente é seguido pela Europa, África, América do Norte e, na última colocação, a América Latina.

O estudo, patrocinado pela ACI Worldwide, foi conduzido pelo consultor de pagamentos e finanças John Chaplin. O Innovation Jury é composto por 70 executivos de 37 países. O objetivo da ACI é garantir que a pesquisa bianual reflita as tendências e desenvolvimento dos pagamentos em todo o globo. 

"A América Latina está numa posição mais baixa, não pela sua capacidade de inovação, mas por dificuldades regulatórias. O mercado do continente é bastante maduro, mas, segundo os entrevistados pela pesquisa, tem uma alta e complicada carga tributária, o que limita a entrada de novos participantes”, explica Marco Bravo, vice-presidente da ACI na América Latina. 

As principais conclusões do Global Payments Innovation Jury 2017 são:

  • A Ásia é líder isolada em inovação de pagamentos. 64% dos entrevistados consideram a região como principal fonte de mudanças para o futuro do mercado. A Europa ocupa o segundo lugar, seguida de África, América do Norte e América Latina;
  • A Europa passou a ser considerada inovadora por 14% dos entrevistados. O continente venceu América do Norte, África e América Latina, por conta das oportunidades criadas pelo novo ambiente regulatório da região. O PSD2, nova definição de regras de pagamentos da União Europeia, simplifica e unifica diversos processos da região, e pode ser responsável ​​por impulsionar grande parte da inovação;
  •  As APIs abertas também são facilitadoras importantes da inovação em todo o mundo. 73% dos pesquisados acreditam que as APIs têm um papel fundamental para desenvolver pagamentos, especialmente com a tendência de operações via aplicativos;
  •  Firmar parcerias com startups é considerado um modelo de inovação para empresas de pagamento por 44% dos respondentes, uma vez que essas companhias são focadas no desenvolvimento de novas tecnologias;
  •  Para 23% dos pesquisados, os fornecedores tradicionais e globais serão ultrapassados pelos novos modelos de negócios, seguidos pelos provedores de serviços de pagamento para e-commerces (21%), já que dependem de pagamentos com cartão. 

"As empresas de pagamentos já estabelecidas, especialmente as instituições financeiras, já percebem a necessidade de inovar, e não devem enxergar as startups como uma ameaça, mas sim como uma oportunidade de parceria”, aponta Paul Thomalla, vice-presidente sênior da ACI Worldwide. "As tendências dos mercados de pagamentos e fintechs - como as APIs abertas - criarão espaço para novos concorrentes e empresas que queiram manter ou aumentar sua participação no mercado”, conclui. 

O relatório completo pode ser acessado pelo site innovationjury.com

 

]]>
Mpayment Tue, 22 Aug 2017 00:00:00 +0000
Visa e YellowPepper anunciam parceria para América Latina e no Caribe http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/5743-visa-e-yellowpepper-anunciam-parceria-para-america-latina-e-no-caribe http://executivosfinanceiros.com.br/mpayment/5743-visa-e-yellowpepper-anunciam-parceria-para-america-latina-e-no-caribe Visa e YellowPepper anunciam parceria para América Latina e no Caribe

Acordo vai acelerar a implementação de novas experiências de pagamento para os clientes

A Visa Inc. (NYSE:V) anunciou hoje um acordo de colaboração com a YellowPepper, empresa pioneira em pagamentos com dispositivos móveis na América Latina, para ajudar a acelerar a adoção de soluções de pagamento inéditas na América Latina e no Caribe (LAC).

Como parte da parceria, a primeira de sua categoria na região, a YellowPepper ajudará emissores, estabelecimentos comerciais e adquirentes da Visa a implementar soluções que proporcionem novas experiências a seus clientes. A YellowPepper dará suporte na implementação de serviços de gerenciamento de projeto e design de User Experience e serviços voltados ao desenvolvimento e entrega de aplicativos móveis.

“À medida que a indústria de pagamento migra do plástico para o digital, colaborar com fintechs para entregar novas experiências aos usuários é algo que se torna cada vez mais importante”, diz Allen Cueli, diretor sênior de soluções de produto e habilitação de novos pagamentos para a Visa LAC. “A YellowPepper tem as habilidades exigidas e a presença necessária na região para nos ajudar a acelerar a introdução de novos produtos e soluções no mercado”, acrescenta.  

"É um orgulho trabalhar com a Visa para acelerar as implementações de soluções de pagamentos digitais na região”, diz Serge Elkiner, fundador e CEO da YellowPepper. “Essa parceria nos permitirá entregar uma experiência digital verdadeiramente poderosa que é segura, rápida e, o mais importante, conveniente para os consumidores e empresas da América Latina e do Caribe”, assinala.

A YellowPepper utilizará sua plataforma de pagamento digital junto com as APIs da Visa, como o Visa Token Service, para ajudar a desenvolver experiências de pagamento digital e, ao mesmo tempo, proteger informações sensíveis; Visa Checkout, que facilita a realização de pagamentos on-line ou móveis; e Visa Direct, que permite que os consumidores transfiram fundos de forma integrada, segura e rápida.

A YellowPepper também é uma provedora de serviços de token certificada pela Visa. O programa de provedores de serviços de token da Visa dota as empresas de uma abordagem baseada em padrões. Além disso, proporciona acesso à ampla rede de ferramentas e serviços da Visa, como o Serviço Visa Token e suporte de integração, desenvolvimento e marketing.

À medida que os pagamentos móveis e digitais se tornam a regra, a meta da Visa, segundo a empresa, é garantir que todos os pagamentos sejam simples, convenientes e seguros, independentemente do dispositivo usado para pagar – seja um wearable, telefone, eletrodoméstico ou qualquer outro dispositivo conectado à Internet.

]]>
Mpayment Thu, 20 Jul 2017 00:00:00 +0000