Menu

SulAmérica aposta em APIs para oferecer serviços personalizados

SulAmérica aposta em APIs para oferecer serviços personalizados

Entre alguns novos serviços da seguradora destaca-se o reembolso digital na área de saúde, funcionalidade que faz parte do aplicativo SulAmérica Saúde

O uso crescente das APIs (Application Programing Interface, na sigla em inglês) em diferentes segmentos da indústria financeira, como as seguradoras, contribui para o desenvolvimento de produtos e serviços com mais agilidade e custos inferiores. A personalização de serviços é outra vantagem que a criação da plataforma de APIs confere à SulAmérica, uma das principais seguradoras do País. “Conseguimos ter mais agilidade nas entregas e aproveitar serviços em diversos canais digitais, além de fomentar inovação no que diz respeito à conectividade e integrações entre as soluções de tecnologia”, diz Alexandre Putini, superintendente para Inovação e Canais Digitais da SulAmérica Seguros.

Ao possibilitar a oferta de serviços diferenciados para os clientes sem dificuldade de integração, “as APIs representam grande alavanca para os negócios com parceiros digitais”, ressalta Putini. Entre alguns dos serviços, destaca-se o reembolso digital na área de saúde, funcionalidade que faz parte do aplicativo SulAmérica Saúde. A tecnologia utiliza algoritmos de machine learning para reconhecer recibos médicos por meio de uma foto, que pode ser feita pela câmera do smartphone. Após encaminhar o pedido, o cliente acompanha todas as etapas até o pagamento.

Outro exemplo é a aplicação do Google Maps, que integra as soluções por meio de APIs. Ela desenvolveu um relatório online com a localização das suas sucursais no país, incluindo ainda os vários Centros Automotivos de Super Atendimento. “Criamos uma API única, que é utilizada em todos os canais, nos quais o serviço está disponível, como os portais web e app mobile”, explica o superintendente da seguradora.

A seguradora disponibiliza sete aplicativos compatíveis com Android e iOS: SulAmérica Saúde, SulAmérica Odonto, SulAmérica Investimentos, SulAmérica Auto, SulAmérica Garantia de Aluguel e App SulAmérica Institucional, além de um aplicativo para corretores de seguros, o Folheteria Digital. Os aplicativos totalizaram mais de 400 mil downloads no ano passado.

Colaboração no mundo digital

Com a transformação digital, as seguradoras adotam a filosofia colaborativa do mundo digital e, ao distribuir APIs para terceiros, promovem um intercâmbio de informações e criam um ecossistema de parceiros que poderão se conectar à plataforma da seguradora. “A disrupção digital exige que as empresas do mercado se atualizem. No caso da indústria financeira, a concorrência será cada vez mais assimétrica e os players atuais podem perder mercado para uma empresa de serviços”, afirma Marcílio Oliveira, COO da Sensidia, especialista em estratégias de API.

A chamada inovação aberta permite o desenho de novos modelos de negócios. Oliveira cita um exemplo de como a mudança poderá ser promovida no futuro. “Ao acessar um baby center para buscar informações sobre a primeira gravidez, por exemplo, a mulher poderá receber uma proposta de seguro de vida específico para ela.”

Muda a forma de atender o cliente, a avaliação de riscos e a oferta de produtos e serviços pontuais “sob medida”. As necessidades e as expectativas dos clientes são diferentes e a decisão de compra está cada vez mais atrelada à melhor experiência no mundo digital. “No futuro, as contratações serão mais ágeis e terão de surpreender o consumidor. Soluções específicas deverão se ajustar ao risco do indivíduo ou da localidade onde ele estiver”, prevê Putini.

Além da ampla digitalização de documentos com segurança de autenticidade, ele acredita que os dados trafegarão em uma infraestrutura digital como o blockchain. Já os processos de avaliação de riscos serão transparentes e mais precisos para os clientes, pois serão formatados a partir de hábitos no mundo digital, incluindo informações de redes sociais, histórico de compras e de seus acessos a conteúdos da web.

Para formar o ecossistema, Putini destaca a importância de usar como base novas metodologias e validações das reais necessidades dos clientes. “A boa estratégia passa principalmente por processos práticos de ideações, validação das necessidades com os clientes, corretores ou prestadores, ser ágil e testar pequenas entregas que agregam valores rapidamente”, explica. A empresa deve ter a cultura de experimentação e lançar mão de protótipos para validar novos conceitos.

Dentro da empresa, um dos fatores cruciais está na construção de uma relação muito próxima e participativa entre todas as áreas envolvidas no projeto. “Outro ponto é a boa escolha de um parceiro tecnológico, que viva a inovação digital, traga insights e que, a partir de um problema, traga soluções digitais. Ele pode aproveitar soluções prontas e customizá-las, ao invés de construir do zero”, frisa o superintendente.

Parceira da SulAmérica, a multinacional brasileira Sensidia aponta como diferencial sua plataforma de gerenciamento de APIs, que foi apontada como visionária pela consultoria Gartner no Quadrante Mágico referente ao “Full Lifecycle API Management”. “Somos a única empresa brasileira que figura nesse estudo da Gartner”, diz o COO da Sensidia. Outro reconhecimento internacional é da consultoria Forrester que a classificou como “stronger performer” no Forrester Wave de API Management Solutions.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes