Menu

Bancos destacam consolidação digital no Ciab FEBRABAN

Bancos destacam consolidação digital no Ciab FEBRABAN

Murilo Portugal, presidente da Febraban, citou, na abertura do evento, o avanço do mobile banking e transmitiu uma mensagem de otimismo, apesar da crise política

A consolidação digital dos bancos está no centro das discussões da 27ª edição do Ciab FEBRABAN, que começou hoje, em São Paulo. Durante a abertura do maior fórum de TI da América Latina para o setor, o presidente da Febraban, Murilo Portugal, destacou os desafios da indústria em oferecer serviços que atendam às atuais necessidades dos clientes, mencionando o avanço do mobile banking, que cresceu 140% em 2016, segundo pesquisa da entidade.

Ele mencionou ainda o avanço das contas 100% digitais no País, que já totalizam 1 milhão e devem superar os 3 milhões até o final deste ano. Além de mencionar os dados do setor, Portugal buscou transmitir uma mensagem de otimismo ao mercado apesar da crise política. “As incertezas não podem paralisar os esforços para o avanço tanto da reforma trabalhista como previdenciária. O momento é desafiador, mas o Brasil deverá sair mais forte do que estava”, afirmou Portugal. Em relação aos investimentos, Portugal destacou que o setor procurou preservá-los e já é responsável por 14% do total aplicado em TI.

O tom de otimismo também foi mantido pelo prefeito de São Paulo, João Doria Jr, que também participou da abertura. Ele enfatizou a importância de não se perder de vista a retomada, lembrando que “a crise política deve ser tratada politicamente”.

A importância da inclusão financeira foi destacada por Maurício Minas, presidente do Conselho do Ciab e vice-presidente do Bradesco, ao afirmar, que o processo passa pela inclusão social e digital. Ele destacou a importância da primeira edição do Hackaton no Ciab, promovido antes do início do evento, no último final de semana. “Recebemos mais de 400 inscrições com soluções para contribuir com o processo de inovação da indústria”. As quatro equipes finalistas devem ser apresentadas no final do dia, quando serão julgadas pelo público.

Neste ano, o evento conta com uma área de congresso e exposição de mais de 30 mil m², reunindo 126 expositores e mais de 280 palestrantes. A organização espera receber mais de 20 mil visitantes durante os três dias de evento. Tendo como tema central “Ser Digital”, o fórum do evento terá 73 painéis, divididos em três trilhas técnicas: produtos, transformação digital e experiência do cliente.

Também presente na solenidade, o governador Geraldo Alckmin destacou a vanguarda tecnológica que caracteriza o setor financeiro. Entre as iniciativas de tecnologia aplicada à gestão pública, Alckmin citou o projeto de monitoramento de mais de 3 mil câmeras inteligentes que reúne o maior banco de dados de informações policiais do estado. O amplo programa também atenderá à cidade de São Paulo, reunindo mais de 10 mil câmeras, que também serão conectadas ao sistema da Microsoft Detecta, formando um cinturão de proteção nas cidades e na região metropolitana.

Cidades inteligentes

Após a abertura, o prefeito João Doria apresentou os resultados de sua gestão para transformar São Paulo em um modelo de cidade inteligente. “Queremos que a cidade seja global e digital. Até o final de 2018, vamos eliminar a burocracia e todos os processos serão digitais”, afirmou Doria. Serviços como aprovação de obras, reformas, laudos entre outros também poderão ser solicitados por smartphones. No processo de digitalização, o Diário Oficial deixou de ser impresso, o que gerou uma economia de R$ 10 milhões/ano em papel e outros itens.

Uma das vitórias já conquistadas é a redução do prazo para abertura de empresas pelo Programa Empreenda Fácil para sete dias. O processo chegava a durar 128 dias. “Até maio de 2018, o prazo será de dois dias”, acrescentou Doria, lembrando que o prazo é o mesmo para o fechamento de empresas. A Prefeitura também prepara o lançamento do Poupatempo Municipal, com a missão de estimular o empreendedorismo com a criação de incubadoras.

Na área educacional, Doria destacou os esforços para que todas as escolas municipais abandonem o giz até março de 2018. A ideia é inserir o uso de tablets no ensino. “Vamos promover a ampla reciclagem e treinamento dos educadores e gestores de educação no processo”. Ele mencionou a grande doação da Cisco de R$ 300 milhões em equipamentos de informática para a rede pública sem nenhuma contrapartida.

Na área de segurança pública, São Paulo é a terceira capital do mundo a equipar sua polícia com drones, resultado de uma parceria com empresas chinesas. A estratégia é parte do programa Dronepol que ajudará o trabalho da Guarda Civil Metropolitana.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes