Menu

Aracaju inicia projeto de digitalização dos serviços públicos

Aracaju inicia projeto de digitalização dos serviços públicos

A expectativa é de obter uma economia de recursos da ordem de R$ 190 mil por mês

A prefeitura de Aracaju (SE) está promovendo uma informatização completa dos serviços prestados por todos os órgãos e secretarias municipais.

Com a implementação do projeto AjuInteliGENTE, Aracaju será a primeira capital brasileira a adotar uma comunicação totalmente eficiente e digital junto aos cidadãos.

O principal ponto de inovação o atendimento da população. Com a gestão totalmente digital, o acesso do cidadão ao poder municipal poderá ser feito a qualquer hora do dia, sem que haja a necessidade de deslocamento físico. Ou seja, ele poderá fazer qualquer solicitação direto de casa.

A expectativa é de que os mais de 650 mil habitantes da capital sergipana sejam diretamente impactados com serviços mais ágeis, transparentes e eficientes.

O projeto está sendo implementado em parceria com a 1Doc, cuja  plataforma agiliza a comunicação e a gestão documental, com uma tecnologia que possui mecanismos que visam à economia de recursos financeiros, materiais e humanos, gerando a celeridade dos atos administrativos e permitindo transparência e acesso à informação para todos os cidadãos.

De acordo com estimativas preliminares, ao informatizar todos os processos da gestão pública, é esperada uma economia de recursos da ordem de mais de R$ 190 mil por mês. Isso acontece por eliminar os gastos diretos e indiretos com o uso do papel.

Com a informatização completa da gestão, os processos já nascem digitais e proporcionam, entre outros benefícios, que o atendimento ao cidadão seja simples e transparente.

A primeira etapa de informatização dos processos da gestão de Aracaju contemplará os órgãos que mais possuem demandas da população.

Dentre as pastas estão a Secretaria Municipal do Planejamento, Orçamento e Gestão, a Secretaria Municipal da Fazenda, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, a Secretaria Municipal da Família e da Assistência Social, além da Empresa Municipal de Serviços Urbanos, a Empresa Municipal de Urbanização e a Controladoria Geral do Município.

De acordo com a secretaria de Administração da cidade, estima-se que em 12 meses todas as secretárias do município estarão integradas.

A iniciativa da prefeitura de Aracaju em se tornar a primeira capital do País a ter seus processos 100% digitais faz da gestão pioneira em inovação em todo o território brasileiro.

A tendência é que em poucos anos todos os órgãos públicos disponibilizem acessos mais ágeis, eficientes e transparentes aos seus públicos, seja ele interno ou externo.

A capital de Sergipe dá um passo inédito em tornar a gestão mais assertiva. Os principais pontos de mudança serão:

Memorandos
Documentos em papel que antes acumulavam-se rapidamente serão totalmente informatizado, levando à redução do arquivo atual. A comunicação interna será padronizada, fazendo com que a informação chegue rapidamente ao responsável por sua resolução. A informatização evitará pedidos informais, sendo registrado as solicitações, tanto de caráter informativo, como de solicitações. Cada documento eletrônico enviado corresponderá, ao menos, a duas impressões economizadas.

Circular
Da forma atual, para cada comunicado oficial, é necessário imprimir as circulares, fazer dezenas ou centenas de cópias, distribuindo fisicamente em todos os prédios. Com a informatização, as circulares serão oficiais e chegarão a seus destinatários em um clique. Haverá a possibilidade de ver quem leu, garantindo ciência das informações. Centenas de impressões serão economizadas a cada circular enviada, garantindo melhor aproveitamento dos recursos e colaborando com o meio ambiente.

Ouvidoria
Os cidadãos registram pedidos e solicitações diretamente no site da Prefeitura, via smartphone ou em atendimento presencial. As demandas são organizadas internamente e entregues a quem realmente resolve. Com isso, ele receberá uma cópia do atendimento e de todas as atualizações via e-mail e/ou SMS. O gestor público saberá quando o cidadão abriu os e-mails de notificação, sendo proativo para agilizar o atendimento.

Protocolo
A população pode iniciar processos sem sair de casa e receber atualizações assim que forem encaminhados e resolvidos. Tudo será feito eletronicamente, garantido que nada seja perdido ou extraviado, com a organização e liberação para as Secretarias responsáveis. Todos os envolvidos recebem notificações quando as tramitações ocorrem, e os gestores têm acesso a indicadores e estatísticas de atendimento.

Liberação de alvarás
Possibilita análises prévias, validação e classificação de documentos e encaminhamento de processos de forma automática e ágil. Estima-se uma redução significativa no tempo de tramitação desses processos, que hoje levam em torno de 60 dias para serem concluídos. Todo o processo será digital e permitirá que os próprios técnicos das prefeituras possam realizar a geração de documentos específicos para cada contexto com a criação de modelos de forma intuitiva sem a necessidade de possuir conhecimentos em desenvolvimento de sistemas ou inteligência artificial.

Assinatura Digital
Com trâmites 100% digital, a prefeitura não terá mais necessidade de imprimir processos para assinatura. Com a tecnologia de informatização, o servidor poderá assinar o documento digitalmente.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes