Menu

Accenture é líder no Quadrante Mágico do Gartner em TI para Provedores de Serviços de Comunicações

Francesco Venturini, diretor global para a indústria de Mídia e Comunicações da Accenture Francesco Venturini, diretor global para a indústria de Mídia e Comunicações da Accenture

Gartner analisou 16 fornecedores na área em relatório publicado em julho

A Accenture acaba de ser nomeada líder na oferta de serviços de TI para Provedores de Serviços de Comunicações (CSP, ou Communication Service Providers) pela consultoria Gartner. O relatório “Magic Quadrant for IT Services for Communications Service Providers, Worldwide” -  publicado em 19 de julho de 2017 por Jouni Forsman, Amresh Nandan e Norbert J. Scholz – analisou 16 fornecedores de serviços de TI para CSPs. 

Os CSPs trabalham junto aos fornecedores para permitir novas ofertas a usuários finais ou para aprimorar aquelas já existentes; transformar suas capacidades em relação a clientes, receitas e de gestão de serviços - como melhorias nas capacidades de autoatendimento, automação de provisionamento, monitoramento, cobrança, gerenciamento de fornecedores e parceiros; além de alavancar recursos de dados para uma melhor percepção e monetização do cliente. 

"Há uma corrida na área de comunicação para responder à mudança das dinâmicas do mercado, aumento da concorrência e clientes cada vez mais exigentes", diz Francesco Venturini, diretor global para a indústria de Mídia e Comunicações dentro do grupo operacional de Comunicações, Mídia e Tecnologia da Accenture. 

"Os vencedores serão aqueles que adotarem um modelo com base em plataforma e que transformarem a essência dos seus negócios. Não se trata apenas do back office - estamos falando de uma mudança para arquiteturas digitalmente desacopladas e mão-de-obra habilitada digitalmente e da oferta de serviços inovadores ao usuário final em todo o ecossistema. É uma transformação complexa, que exige uma mudança total de cultura e de pessoas. Os CSPs querem colaborar com parceiros confiáveis e ajudar a construir seus serviços, redes e operações do futuro”, completa ele. 

Como parte do grupo operacional de Comunicações, Mídia e Tecnologia, a prática para o Setor de Comunicações e Mídia da Accenture auxilia seus clientes a se conectarem com o consumidor digital, aumentar receitas e lançar produtos e serviços inovadores, ao mesmo tempo em que reduz custos. As suas capacidades nas práticas do setor de comunicações incluem:

  • Infraestrutura digital, incluindo soluções de arquitetura de rede, nuvem e multivelocidade;
  • Operações digitais, como análise de dados, operações de negócios digitais e parcerias;
  • Serviços digitais, incluindo serviços de vídeo e conteúdo, segurança e IoT; e
  • Engajamento digital, incluindo o cliente multicanal, aprimorando a experiência do consumidor por meio de design avançado e gerenciamento ativo do valor do cliente. 

Investimentos em áreas estratégicas 

A Accenture está fazendo investimentos significativos em áreas estratégicas para apoiar os CSPs, que estão se reposicionando como empresas baseadas em plataformas: 

  • Plataformas: construção de plataformas relevantes para o setor e que permitam aos CSPs a criação rápida de serviços comerciais, incluindo vídeos digitais, automação de testes, alinhamento de mobilidade e serviços, segurança e uma adição nova e complementar à abordagem sistêmica do BSS: Omni Channel As-A-Service, a plataforma digital do Omnichannel (DOCP).
  • Rede: investimento em pessoas e recursos para ajudar os CSPs a realizarem a trasformação para as plataformas do futuro e ecossistemas SDN/NFV, novos serviços voltados para o consumidor e operações ágeis.
  • Analytics – Intelligent Industry Solutions (IIS): criação de Soluções Inteligentes para a Indústria (IIS) em três áreas: análises de redes, vídeos, clientes e canais, para oferecer novos valores e estratégias para impulsionar os resultados comerciais dos CSPs.

"Com a oportunidade de se reinventarem como empresas baseadas em plataforma, é importante que os CSPs tenham um papel ativo nessa mudança profunda e transformadora. É importante ‘ligar os pontos’ na empresa como um todo, alinhando capacidades digitais, simplificando e inovando operações, tecnologia e estratégias. Acreditamos que nossos investimentos os ajudarão a buscar o novo e a se beneficiarem das novas oportunidades de receita para sua saúde futura", acrescenta Venturini. 

Fonte: https://www.gartner.com/document/3765163  

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes