Menu

Empresas não estão preparadas para ataques cibernéticos

Empresas não estão preparadas para ataques cibernéticos

Conclusão é de um estudo realizado pela IBM com CISOs

75% dos pesquisados esperam aumentar orçamento de segurança

 Mais de 80% dos líderes de segurança digital acreditam que o desafio das ameaças externas está em ascensão. Entretanto, 60% afirmam que suas empresas estão desarmadas na guerra cibernética. As conclusões são do terceiro estudo com CISOs (Chief Information Security Officer), realizado pelo IBM Center for Applied Insights.            
  
As ameaças externas avançadas foram consideradas o principal desafio para 40% dos entrevistados. Isso deverá exigir esforços adicionais nos próximos três a cinco anos. O segundo ponto mais indicado pelos executivos foram as regulamentações do setor (15%). Outra constatação foi que prevenção de vazamento de dados, segurança na nuvem e em dispositivos móveis são as áreas que precisam de mais transformação. 
  
Para 80% dos CISOs ouvidos, o risco potencial de regulamentações e padrões tem aumentado ao longo dos últimos três anos. Os executivos não estão seguros sobre como os governos irão lidar com a governança de segurança em nível nacional ou global e quão transparente ela será. A estimativa de apenas 22% dos profissionais é de que haverá uma abordagem mundial a ser acordada no combate ao cibercrime daqui três a cinco anos.

Outras constatações do relatório dizem respeito à segurança na nuvem, cuja preocupação permanece alta. Quase 90% dos respondentes já adotaram cloud ou pretendem ter iniciativas na nuvem. Deste grupo, 75% esperam que o orçamento de segurança para essa área aumente nos próximos cinco anos.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes