Menu

Stefanini Scala oferece serviços de consultoria para o licenciamento de softwares IBM para a CCEE

Projeto define arquitetura de referência para projetos BPM, determinando o escopo de atuação de cada camada e limites de comunicação com suas interfaces

A Stefanini Scala, coligada do Grupo Stefanini que nasceu da fusão da VANguard com a Scala IT, intensifica a comercialização e serviços de consultoria relacionados ao licenciamento de softwares IBM, como as ferramentas da suíte IBM BPM. O objetivo é definir uma arquitetura única de referência para projetos de BPM e guias de boas práticas de implementação, a fim de padronizar seus próximos projetos e adequá-los às boas práticas utilizadas pelo mercado. 

“Desde 2011, a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, entidade responsável por gerir o mercado de compra e venda de energia elétrica no Brasil, vem automatizando processos core de negócio com o apoio da ferramenta IBM BPM, alavancando importantes ganhos de agilidade e produtividade para seus colaboradores e para as empresas que operam no mercado de energia. Em 2016, a CCEE contratou a Stefanini Scala para apoiá-la na execução do projeto de Arquitetura de Referência de BPM que contemplou, dentre outros, a elaboração de uma metodologia mais específica para projeto BPM e a documentação das melhores práticas para direcionar o desenvolvimento de novas soluções”, conta Roberto Ameriot, diretor comercial da Stefanini Scala.

O projeto teve duração de oito meses, com o envolvimento ativo das equipes de TI e das áreas de negócio no diagnóstico da situação atual e na proposição do estado futuro da arquitetura em um horizonte de 3 anos. A iniciativa incluiu a definição de diretrizes de desenvolvimento, elaboração de padrões arquiteturais, detalhamento da metodologia de trabalho, elaboração de templates de documentos e a formalização dos processos de governança para projetos de BPM. 

A CCEE e a Stefanini Scala analisaram em detalhes as oportunidades de melhoria na utilização da ferramenta, determinando mudanças importantes de abordagem tecnológica como a especialização da plataforma para a gestão do fluxo de processos e o enriquecimento da interação do usuário com a integração do BPM ao componente global de User Experience da CCEE. “A Stefanini Scala aportou uma equipe técnica experiente, com grande capacidade técnica e comprometida com os objetivos da CCEE, assegurando o valor agregado que buscávamos quando decidimos pela sua contratação”, afirma Dario Almeida, gerente executivo de Arquitetura de Sistemas da CCEE. 

Além disso, a Stefanini Scala realizou também a análise da infraestrutura disponível de BPM, avaliando a sua capacidade para suportar novos projetos, determinou guias de boas práticas de implementação e elaborou o roadmap de atividades para viabilização desta nova arquitetura.  

Desse modo, o projeto estabeleceu um novo padrão de desenvolvimento, segregou as responsabilidades de cada tecnologia em uma arquitetura complexa e definiu uma metodologia específica para os projetos com os acordos gerados entre as áreas envolvidas e a documentação do produto entregue.

“Esse foi um projeto desafiador dada a amplitude do escopo e a alta especialização requerida, mas a parceria entre a CCEE e a Stefanini Scala funcionou muito bem. Os objetivos do projeto foram alcançados e os produtos entregues, de alta qualidade técnica, vêm beneficiando de forma concreta os processos de desenvolvimento, manutenção e operação da nossa plataforma de BPM”, finaliza Almeida.

 

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
Info for bonus Review William Hill here.

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes