Menu

Falta de orçamento atrasa a transformação digital, aponta pesquisa

Falta de orçamento atrasa a transformação digital, aponta pesquisa

A maioria das empresas que começou a implementar a transformação digital diz que as medidas já tomadas tiveram um efeito positivo (84%) mostra pesquisa da OTRS.

Um grande número de empresas alemãs (27%) e americanas (29%) está a caminho de concluir a transformação digital, estimando que concluíram 75% de seus planos. Este é o resultado do estudo da OTRS realizado entre 350 gerentes de TI na Alemanha e nos EUA. De fato, 15% das empresas americanas e 9% das empresas alemãs já completaram 100% de suas metas de transformação digital e estão avaliando o progresso alcançado.

Nem todas as empresas planejam a transformação digital

Mas há também um número considerável de empresas - 13% nos EUA e 23% na Alemanha - que ainda estão no processo de planejamento e ainda não deram passos concretos em direção à transformação digital. E um total de sete por cento de todas as empresas pesquisadas não tem planos de digitalização.

A maioria das empresas que começaram a implementar a transformação digital dizem que as medidas já tomadas tiveram um efeito positivo (84%). No entanto, pelo menos dez por cento também dizem que seus esforços para a transformação digital até agora não tiveram efeito.

O maior "showstopper" da transformação digital é a falta de orçamento (22%). Isto é seguido pela cultura corporativa, que muitas vezes é muito rígida para a mudança (17%) e falta de habilidades (13%).

Na questão aberta de quais efeitos positivos a transformação digital gerou até agora, a maioria respondeu que os benefícios foram a economia de tempo por meio do aumento da eficiência, seguido pela melhoria da qualidade e menor desperdício.

"Como nossos resultados mostram, nem todas as empresas chegaram à era digital - mesmo que haja uma forte tendência nesse sentido", diz Sabine Riedel, membro do conselho da OTRS AG, enquanto explica os resultados. "É desilusão que as razões orçamentárias desempenhem um papel tão importante. É importante estimar os gastos financeiros com cuidado e planejar a longo prazo. Também é importante observar a despesa extra de tempo que deve ser orçada para a comunicação empresarial e a implementação de ferramentas apropriadas", complementa Sabine.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes