Menu

Camara-e.net cria grupo com foco em cidades inteligentes

Camara-e.net cria grupo com foco em cidades inteligentes

O objetivo é fomentar o desenvolvimento de projetos e estudos na construção de cidades inteligentes

A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) lançará na quarta-feira, 14, o Núcleo de Pesquisa e Inteligência – Cidades Inteligentes e a Economia Digital.

O núcleo reúne representantes do setor para aprimorar políticas públicas e marcos regulatórios, desenvolver parcerias públicas e privadas para o desenvolvimento de projetos e estudos na área.

Durante o evento, haverá discussões sobre o tema, a definição de pautas prioritárias para o grupo e uma apresentação sobre mobilidade urbana e seus desdobramentos.

O núcleo terá a coordenação de Humberto Maciel, mestre em administração, com Business Diploma Extension pela Universidade da Califórnia – Berkeley.

“Com o envolvimento dos associados da camara-e. Net, que representam 80% da economia digital do Brasil, projetos muito ambiciosos colocam-se em marcha e podem, juntamente com poder público e organismos multilaterais, atuar de forma decisiva na construção de cidades mais inteligentes”, ressalta Maciel.

Segundo ele, a mobilidade urbana é um dos pilares nos quais se apoia o conceito de cidades inteligentes, além de governança, economia, meio ambiente, educação e sociabilidade são outros. “São temas relacionados à infraestrutura de um município e que devem ser tratados em conjunto”, diz.

Um dos desafios importantes para a sociedade que deseja que sua cidade seja inteligente é construir sua própria definição de cidade inteligente, aproveitando potencialidades e vantagens competitivas.

Para isso, é necessária a convergência de dados públicos disponíveis, que, quando somados a dados de rede, dados de imagem, e vídeo e dados de IoT (Internet das Coisas), possibilitem uma melhor gestão de recursos naturais, segurança, transparência, saúde e mobilidade.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes